Não, não, o primeiro-ministro é homem de palavra

Hoje: Repôr salários e pensões significaria “reabrir um problema”, diz Passos. No entanto, em Setembro de 2012

Comments


  1. Ser ou não ser homem de palavra nem me incomoda – o que me INCOMODA é ser primeiro-ministro – primeiro ou segundo ou último tanto faz – devia ser erradicado como as ervas daninhas com DDT (proibido claro)

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.