Engordar o porco para a matança?

Caixa Geral de Depositos

À medida que o Banco dos Pobrezinhos da Comporta vai fazendo jus ao seu nome, clientes preocupados com a segurança das suas poupanças abandonam o barco e tentam colocar-se a salvo no banco do Estado. Só na passada Segunda-feira foram depositados 200 milhões de euros na CGD, provenientes, na sua esmagadora maioria, de antigos clientes do BES.

É interessante ver que esta crise do sector bancário privado – o tal que era sólido como uma rocha – ontem aparentemente alargada ao BCP, está a engordar o porquinho mealheiro estatal que o PSD/CDS tanto querem privatizar. Alguém chinês ou angolano assessorado por algum social-democrata interessado? 40 ou 50 milhõezitos devem chegar. Até lá, engorde-se o porco para a matança.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.