O regresso do socretinismo

Socrates2006

Voltaram com a sentença do caso do gangue que roubou o estado e ficou conhecido como Face Oculta. A face escondida mas que todos sabem que existe e trafica tudo e mais alguma coisa, chamem-lhe influências mas vai do tacho ao concurso público, da negociata suja ao que seja e dê poder e dinheiro, tem como corpo PS, PSD e CDS, os partidos do alterne, aprende a caminhar nas respectivas jotas, saqueia Portugal há décadas.

A versão socretina tem uma característica própria, vive da paixão por um tipo que sempre viveu da política, adora-o na plenitude do seu governo que se limitou a antecipar em doses nalguns casos homeopáticas mas doses o que Passos Coelho faz hoje. Na saúde, na educação, nas privatizações (um dos condenados gabava-se de abrir uma garrafa de champanhe cada vez que terminava mais um saque), nos cortes sociais. É um amor cego, todos o são, e não hesitam em vomitar sobre a sentença.

Simbólico que isto suceda a semanas das eleições no PS onde, a menos que o PSD e os partidos de esquerda tenham inscrito muitos milhares como simpatizantes do PS, António Costa com esta mesma tralha atrás será vencedor incontestado, até porque concorre com o Pato Donald.

Têm dúvidas? acham que o PS vai virar à esquerda? sigam esta ligação, se for preciso arranjam-se mais.

12 comentários em “O regresso do socretinismo”

          1. Será um militante defunto do PS que voltou para te atormentar JJC? Se forem tão bons a atormentar como a pagar cotas directamente do cemitério é caso para teres cuidado…

    1. Mas que maneira mais deselegante de se proceder a um comentário, Américo Montez!
      Já todos percebemos quais são as suas orientações partidárias…agora “baixaria” não vale!…E mais(!): foi o sr. quem começou!
      Desta feita, faça favor de argumentar de forma inteligível o seu ponto de vista, porque nós, os indignados, até que ficamos curiosos em saber qual a sua Visão relativamente ao “regresso do socretinismo”!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.