Preso no armário

Randy Boehning, membro republicano da Câmara dos Representantes conhecido pelo conservadorismo e hostilidade aos homossexuais, é afinal um gay preso no armário que exibe o membro Grindr. Inferno com o gajo and God bless America.

Comments


  1. Antes de mais, uma correcção, ou esclarecimento: Randy Boehning é membro da Casa (é «House», não «Chamber») dos Representantes do Estado do Dakota do Sul, e não da homónima e federal (nacional) situada em Washington.

    Concordo que exemplos de hipocrisia e de incoerência devem ser divulgados e denunciados… sejam à esquerda ou à direita. Pelo que suponho que, proximamente, irá referir um caso envolvendo um democrata.


    • Se me deparar com algum de igual gravidade e nível de absurdo pode ter a certeza que o farei. Afinal de contas, pouco ou nada os distingue. São, em certa medida, um espelho do nosso bloco central. Ainda que os republicanos tenham mais apetite pela violência. Mas não me interprete mal: o meu político americano favorito até é republicano!

      Obrigado pela correcção!


      • Não tem de agradecer pela correcção (que, aliás, também precisa de ser corrigida… Randy Boehning é do Dakota do Norte, e não do Sul). Mas, já agora, gostaria de saber quem é o seu político norte-americano favorito, e porque é que pensa que os republicanos têm mais «apetite pela violência» do que os democratas.


        • Ron Paul. Quantos aos republicanos, basta olhar para as posições belicistas de tantos destacados membros, de onde se destaca o Tea Party.


          • O Tea Party é um movimento direccionado para assuntos domésticos, em especial o (excessivo) poder do governo federal, o aumento da carga fiscal e os abusos da burocracia. Belicismo não é um tema associado ao TP…

            … Mas é algo em que muitos democratas se destaca(ra)m, tanto no presente como no passado. Eram democratas – respectivamente, Woodrow Wilson e Franklin D. Roosevelt – os presidentes que levaram os EUA para a primeira e a segunda guerras mundiais. Era democrata – Harry Truman – o que levou os EUA para a guerra na Coreia. Eram democratas – John Kennedy e Lyndon Johnson – os presidentes que iniciaram e aumentaram o envolvimento do país no Vietnam, tendo sido um presidente republicano (Richard Nixon) a negociar a paz. Vários (então) senadores democratas, entre os quais Hillary Clinton e John Kerry, apoiaram a guerra no Iraque. E, actualmente, Barack Obama decide pessoalmente quando e contra quem se enviam drones, apesar de estes não se limitarem a abater terroristas e causarem dezenas (ou centenas?) de «danos colaterais».


  2. Mas só há bestas porquê?

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.