Mariano

O drama das condecorações póstumas é que o condecorado não se pode defender. Nem defender a sua obra.

Comments


  1. Não percebi.

    • Hélder P. says:

      Pode acontecer que a pessoa que nos quer entregar a condecoração, nos cause o maior asco e repúdio.
      Assim, em boa consciência, as pessoas com coluna vertebral podem recusar a “honraria”.
      Lembro-me de Maria Teresa Horta que recusou receber um prémio das mãos de Passo Coelho.
      Infelizmente, nunca saberemos o que faria Mariano Gago.

  2. maria celeste ramos says:

    Mariano – nem pode RECUSAR como alguns já fizeram por acharem mais indigno receber medalhas nas circunstâncias em que SABIAM mais a humilhação do que a distinção – por acso recusei o meu nome num Parque urbano pois vivi 12 anos num local indecente e mal sabia eu que iria, poucos anos depois, ser EXTINTO POR corrupção – Mas claro que perdi muito – mas o dinheiro não é tudo nem ter o nome algures – há coisas que não têm valor senão o que lhe damos – u nem damos – SOMOS


  3. Gostava de lembrar aos meus amigos que comentaram esta nota que a obra de Mariano Gago, no que diz respeito ao desenvolvimento da ciência em Portugal – não menciono aqui a sua condição posterior de ministro das Universidades por se tratar de outro campo de questões -, foi sistemática e implacavelmente destruída por este governo. Logo, esta condecoração é de um cinismo absoluto. Estou convicto de que, se o cientista fosse vivo, não teria oportunidade de a recusar, já que não acredito que lha atribuíssem. Quanto a recusas, já houve várias. Algumas.nem chegaram a ser públicas. Outras soaram alto, como o exemplo que dão. E, por exemplo, de Luís Miguel Cintra que, ao recusar, declarou não estar disposto a “que um ministro o pendurasse ao peito”. Porque, na verdade, muitas destas condecorações são actos de narcisismo. Governantes medíocres pensam promover-se premiando pessoas que valem mil vezes mais que eles.

    • Rui Silva says:

      A atitude de Luís Miguel Cintra é admirável mas para ser coerente, deveria também recusar os salários os n filmes que fez com MO á conta dos subsídios recebidos dos diversos governos.

      cumps

      Rui SIlva

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.