Jornalismo de referência


O Expresso nunca disse que este relatório era oficial nem que era final.” – Pedro Santos Guerreiro sobre a notícia que levou o líder da oposição dizer que é preciso ler o Expresso para saber o que se passa no país.

image

Na mesma linha, também se pode ler o Aventar para saber o se diz nesse relatório.

image

image

E relatório diz:

RELATÓRIO TANCOS
Desaparecimento de armamento militar
Julho (?) de 2017

Parece que não tem autor. É possível que tenha páginas impressas por baixo da capa.

Já que aqui estamos, ó Pedro Santos Guerreiro, e os Panama Papers? Já houve tempo para  cruzar os dados e sabermos quem são esses jornalistas avençados? E os cables da Wikikeaks?

Comments

  1. Uma vergonha!

  2. Rui Naldinho says:

    Desde o incidente no Colégio Militar com os alunos que não eram suficientemente “machos para seguirem a carreira das armas”, que este Ministro da Defesa está debaixo da mira das altas esferas militares.
    O pretenso assalto a Tancos não passa de uma forma bizarra de os militares lhe “fazerem a folha”. Qualquer dia roubam um submarino, que entretanto foi vendido à Venezuela, ou está na Alemanha em manutenção, e a culpa é do ministro que não sabia.
    Acresce que o PS insiste naquela ideia, que já vem do tempo de António Costa, como Ministro da Administração Interna, de que pode chegar a general qualquer militar de carreira desde que tenha uma licenciatura, mesmo sem passar pelo crivo da Academia Militar, a Universidade dos Militares desde 12 de Janeiro de 1837. Ora, isso para a corporação castrense é uma aberração.
    Se percebermos como aquele Senhor de recente memória, chegou a Comandante da Proteção Civil, com uma licenciatura de equivalências várias, tirada na “Universidade de Cacilhas”, e um diploma da “farinha Amparo”, pecebemos a revolta dos militares, que até há bem pouco tempo, ocupavam o lugar. Um Comando de Major General, no mínimo, quando não mesmo por um Tenente General.
    Percebe-se como o PS gere mesmo muito mal estas coisas da Defesa.

  3. Estamos em estado de tensão…

  4. Numa conversa deveras totalmente inconsequente para rematar no final « que o PS gere muito mal », as ratoeiras que esta direita radical do Passos e companhia limitada, estão sempre a aprontar, com inventonas e actos constantes, devido ao desespero em que vivem por não estarem eternamente no poder, deitam o fogo a tudo, forjam documentos, dizem que se o País está melhor é obra deles, muito descaramento, sem moral sem dignidade nenhuma, que é feito do PSD do Sá Carneiro, este grande homem, por algum motivo, que ainda não conhecemos desapareceu como todos sabemos, a verdade vive escondida, é tudo assim na vida politica deste País, tudo é possível… até quando…

  5. pois é, jornal expresso. a arte de atirar barro à parede. bom, não é bem barro, é da mesma cor. castanho e laranja, e fede.

  6. José Faustino says:

    Então, “ricardo costa”, e os Panama Papers? Nada?

  7. Hélder P. says:

    Uma folha de rosto bem fraquinha. Nem sequer um logótipo do Ministério da Defesa ou República Portuguesa? “Relatório Tancos”, isto é algum telegrama? Que tal ” Relatório confidencial da subcomissão do subcomité (…) sobre o incidente na Base Militar de Tancos”? Ou o clássico carimbo vermelho “Top Secret”.
    Esta malta do Expresso tem muito que aprender na escrita de romances de espionagem.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s