Socialismo europeu

De novo os burocratas ao serviço do politicamente correcto regulando a vida alheia.

Comments

  1. Carlos Almeida says:

    Boa noite

    Portanto, que a União Europeia tente limitar a quantidade de sacos de plástico que mais cedo ou mais tarde vão parar ao mar, com as consequências nefastas que todos conhecemos, isso é entendido por algumas pessoas como “regular a vida alheia”.
    Acho isso uma manifestação evidente do egoísmo neoliberal no seu estado quase puro.
    Ainda se admiram que o retardado mental do “Trampas” , negue as alterações climáticas.

  2. ganda nóia says:

    E AINDA BEM. almeida, és mesmo um indigente intelectual. também deves achar bem atirar beatas para o chão.

    pasmo como é que consegues ser tão alucinado que achas mal isto.

    politicamente correcto????????

  3. Ernesto says:

    Almeida, vou-te dar uma dica que te pode dar um bom post aqui no aventar.Sei que te estás a cagar para isso, porque pelas postas que debitas, e mais ainda, pela refutação dos mesmos, que de forma categórica, sobre as quais, foges a qlq debate

    • Carlos Almeida says:

      Boa noite Ernesto
      Eu não fujo a debate. Não aceito a ser tratado por “indigente intelectual” e “alucinado” por alguém que não me conhece e que pensa que eu acho bem atirar as beatas para o chão.
      Debater não é insultar quem eventualmente tenha outra opinião.

  4. Paulo Marques says:

    O António deve adorar a DPGR então… só para contrariar, linka para o Spybook.

    Quanto ao artigo, o AA que indique lá quem é que paga a exterioridade da poluição. É um daqueles asteriscos do Paul Ryan, a quem vai cair a presidência no colo e pode demonstrar a libertinagem em todo o seu esplendor.

Deixar uma resposta