O TINA de Rui Rio

JS

Chama-se Joaquim Sarmento, mais conhecido como Centeno B de Rui Rio, tem um poster de Cavaco a comer bolo-rei na porta do quarto e a parte séria desta história está no Ladrões de Bicicletas. Spoiler alert: there is no alternative.

Comments

  1. JgMenos says:

    A esquerdalhada sabe bem que se não livrará de austeridade.

    Mas como andaram anos a berrar que não era preciso e a seguir a mugir que não existia, andam num alvoroço.

    • POIS! says:

      Pois tá bem!

      A oca cabeça de JgMenos continua a fazer barulhos lancinantes. Até quando meu deus?

      TILT! PUNK! KLONK! TRAPUM! TRLING! ZIIIIIII!

      Acompanhada por queda de parafusos e porcas por todos os orifícios!

      Já eram conhecidos os Menos votos de que a miséria nos castigue a todos (que ele escapa…) e que todos retornemos ao paraíso pobrezinho salazaresco que foi este país durante bons anos e nos livrou, durante muito tempo, dos pecados induzidos pelo desenvolvimento.

      Agora confundir austeridade com miséria é já consequência da perda acelerada das dos últimos parafusos. Só falta pedir o regresso do Coelho e do Gaspar….

      Alto aí! Gaspar? Esse não que está muito esquerdalho! A Maria Swaps! Essa é que é!

    • abaixoapadralhada says:

      Oh contabilista negativo

      Ai tens mais oportunidade para enganares os trouxas dos teus clientes

    • Paulo Marques says:

      Pois claro que é, que a recuperação alemã não se faz sozinha! Mas também o Menos, como o seu querido líder, também falta à verdade. Seja honesto e diga que é preciso um desemprego estrutural acima de 20%, cortes nos ordenados na ordem dos 30%, fecho de escolas e hospitais, mais vendas de infra-estruturas à China e por aí adiante só para manter os nossos criadores de emprego à tona enquanto não voltarmos a encher as lojas de venda de bugigangas.
      Ponha lá isso no programa eleitoral desta vez que é para não haver greves, a menos que queira cumprir o desejo de as proibir de vez.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.