Foto-galeria: almoço aventador em Coimbra

O Aventar, ou seja, os aventadores (assumindo, de antemão, que o Aventar é, também, muito mais do que apenas e só quem aventa), reuniram-se ontem em Coimbra para um almoço carregado (e regado) de boa disposição, união entre os diferentes pensadores deste espaço, encontros e reencontros e, acima de tudo, o reforço da amizade que, apesar de todas as diferenças que existem entre os que aqui escrevem, fala sempre mais alto do que qualquer outro valor (ou qualquer desavença que, por vezes, nos atinge também).

Coimbra serviu para reforçar laços, para recordar o João José Cardoso e, como é hábito, o encanto coimbrão agigantou-se quando nos fomos todos embora. Aqui ficam algumas imagens que marcaram o almoço e o dia.

As fotografias são da minha autoria.

Comments

  1. Helena de Fátima Lopes Andrade says:

    Eram só homens, certo? Tipo clube “menina não entra”. Típico dos tempos que vivemos.


    • Há uma menina nas fotos.

    • Francisco Miguel Valada says:

      «Eram só homens, certo?»
      Errado.

    • J. M. Freitas says:

      Será proibido (ou pelo menos imoral) organizar grupos de pessoas (chamem-lhe clubes, tertúlias, etc. etc.) pelo critério que nos der na cabeça? Só homens, só mulheres, o que nos apetecer, etc. (e não é esse o caso em pareço). Incidentalmente conheço agrupamentos de homens onde seria muito difícil, senão impossível, convencer uma mulher a entrar. E também existe o contrário. Cada um é livre de reunir com quem quiser, ou não?
      Dizia Dostoievsky:
      “A tolerância chegará a tal ponto que as pessoas inteligentes serão proibidas de fazer qualquer reflexão para não ofender os imbecis”
      Parece que estamos próximos disso.

    • Ricardo Pinto says:

      O Aventar tem neste momento 11 mulheres. Se a maioria não escreve, se só uma decide ir ao convívio do blogue…
      Há pouco, nas comemorações do 25 de Abril, convidámos muita gente a escrever.
      Decidi convidar apenas mulheres.
      Tirando a Ana Drago e a Raquel Varela, que me responderam de forma simpática, todas as outras simplesmente ignoraram o convite.

  2. POIS! says:

    Será coincidência. Será?

    O “espírito” do JJC terá andado ontem à solta (só ontem? não anda sempre?), e não só por Coimbra.

    Procurava uns acordes de uma canção cantada pela Judy Collins (“Cat’s in the Cradle” do Harry Chapin, mas que ela canta divinalmente) e deparei-me com o célebre “Breads an Roses”, um hino composto em 1911, e sobre o qual uma vez me lembro de termos falado. Ficou-me mesmo na memória, não sei porquê.

    Ele também gostava especialmente da versão da Judy Collins, que consta de um álbum gravado ao vivo (há milhares de versões…) num dos festivais de música acústica com o mesmo nome.

    Sobre isso, aliás, republicou aqui no Aventar…

    https://aventar.eu/?s=bread

    …um texto que tinha escrito antes no “Endrominus”

    https://endrominus.wordpress.com/2007/03/08/pao-e-rosas/

    Já não me lembrava bem de alguns pormenores da melodia (há muita coisa parecida…) mas há por aí umas transcrições.

    Vou juntá-la ao reportório. Por tudo o exposto.

  3. Luís Lavoura says:

    Os perímetros abdominais (ainda) não são assim tão elevados.

  4. antero seguro says:

    Longa vida ao AVENTAR , mas sobretudo à livre discussão de ideias.

    • J. M. Freitas says:

      ” sobretudo à livre discussão de ideias.” Plenamente de acordo. Isso é cada vez mais difícil, é quase impossível falar sem se cometer algum pecado de sexismo, racismo, homofobia, islamofobia, xenofobia, etc. etc. A panóplia é vasta e, em certos casos, os custos são elevados. Mesmo quando o pecado não é punido por lei. Nem o Eça escapa … se se escrutinar cuidadosamente ninguém escapa. A humanidade tem de recomeçar do princípio (fazer um reset) até aqui só fez asneiras.

  5. César P. Sousa says:

    E que tal uma multazinha de 250 eur. a cada um por não cumprimento das regras de segurança sanitária COVID ?
    Máscaras , distanciamento etc.
    Por esta escapam ,na próxima é a doer.
    Cumprimentos

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.