1 de Abril

O dia em que Trump teve concorrência e em que a página dos Truques meteu podia ter metido folga.

Operação Marquês chega ao futebol em dia de Clássico

O dia promete muita emoção à volta do futebol e o clássico Benfica – Porto é apenas um dos “culpados”. Em causa está a notícia da PGR dando  conta do alargamento das investigações ao mundo da bola. Depois de políticos e banqueiros, é a vez do grupo conhecido por Máfia da Relva ter a larga e rápida mão da Justiça no seu encalço. O Correio da Manhã teve acesso ao processo, tendo podido constatar o esquema surripio de largas extensões do relvado dos estádios dos três grandes, com destino ao gigantesco mercado de vivendas nos subúrbios do Porto e de Lisboa, especialmente nas zonas da Trofa e de Massamá, respectivamente. [CM

Teresa Leal Coelho defende construção de TGV ibérico

A ideia é aproximar a casa de Madrid à Câmara de Lisboa, para melhorar a “assiduidade como presidente da câmara“.

Aeroporto de Beja incluído na venda no Novo Banco

Estratégia de Costa foi: livrar-se de monos.

Fátima: Pen comemorativa do Centenário das Aparições

No âmbito da visita a Fátima de Sua Santidade, o Papa Francisco, a Comissão Organizadora do Centenário das Aparições está a levar a cabo um conjunto de iniciativas com o objectivo de trazer as novas gerações até aos Mistérios da Fé. Uma delas está a causar polémica entre os profissionais ligados às novas tecnologias, por juntar dois elementos inconciliáveis: electricidade e água. Trata-se de uma pen drive, com capacidade de 5TB, igual em tudo a qualquer outro dispositivo deste tipo, exceptuando a particularidade de poder levar Água Benta num pequeno compartimento. Segundo D. Januário de Iria, o dispositivo, quando ligado ao computador, usa a alimentação disponibilizada pela porta USB para fazer a pen “chorar”, numa alusão às lágrimas vertidas por Nossa Senhora quando confrontada com os males do mundo. Esta funcionalidade está, no entanto, a incendiar as redes sociais geek, dado o receio de a água entrar em contacto com rebimboca da parafuseta que suporta a pen do USB, danificando seriamente o spin do drive. Caso em que só um milagre ressuscitaria o equipamento.

Calimero processa Vitor Cunha

Queixar-se assim, alega o autor do processo, é concorrência desleal e indigna de todo o bom neoliberal.

Avião da Malásia finalmente   encontrado

Aguardava, estacionado no aeroporto de Beja, que os serviços aeroportuários indicassem a box de estacionamento. “Não estávamos preparados para isto”, explicou a administração perante esta anormal intensidade de tráfego.

Teremos sempre Paris

Onde estiver José Sócrates, leia-se Passos Coelho.

A melhor de ontem

O Prémio 1 de Abril 2011 vai com toda a justiça para Vítor Dias:

Neste sentido, o Partido Socialista, o Partido Social-Democrata e o Partido do Centro Social-Partido Popular dirigem um crucial e fundamental apelo aos portugueses para que, nos próximos dois meses, jamais percam de vista que a única atitude que verdadeiramente serve o interesse nacional é olhar de frente a real e dramática situação em que o país se encontra e as exigências que coloca, (…)

dia de s. sócrates III

Dia de s. sócrates II

Primeiro de Abril, dia de s. sócrates

Como Se Fora Um Conto – A Srª D. Anésia, O Sr. Dr. Antunes e o Primeiro de Abril

Convivi com eles muitos anos, perto de vinte, para mais que não para menos. Viviam no primeiro andar do meu prédio. Foi para esse andar que, nos idos de 78, eu fui viver, separando-me da casa de meus pais.

Ela, muito católica, oriunda do norte Valenciano, de lábios finos e nariz adunco, ele, economista, ex-funcionário da alfândega, coleccionador de selos. Ambos de uma bondade extrema, de uma educação esmeradíssima, de idade avançada, silenciosos, reformados, amigos.

Sem filhos, mas com uma sobrinha que a cada passo aparecia e que era a luz dos olhos deles, não lhes conheci amigos ou outros familiares. Viviam sós, um para o outro, a maior parte do tempo na sala virada ao sol, de onde viam o arvoredo do Consulado e o quintal que numa parte também lhes pertencia.

Davam-se muito bem connosco, em especial com a minha mãe, por quem tinham uma consideração especial.

O Sr. Dr. Antunes, era um velhinho muito culto, a quem eu achava muita graça ouvir falar. Utilizava com frequência termos que já nessa altura pareciam fora de moda. Com frequência o ouvia tratar as pessoas por excelência e pedir coisas por obséquio. Tinha uma voz agradável, um tanto ou quanto cantarolada e em momentos, aguda. A sua forma de falar lembrava-me a do Presidente do Conselho de Ministros da altura. [Read more…]

Tudo Beleza!