O Presidente da República das Bananas

Cavaco

Quando o país atravessa uma crise política, Cavaco Silva faz a mala e ruma à Madeira. Foi assim em 2013 quando Gaspar e Portas se demitiram, repete-se a façanha esta semana com o país em suspenso à espera que sua majestade delibere. O que o presidente não faz pela estabilidade da nação!

Na Madeira, Cavaco fez-se acompanhar pelo novo regime mas não perdeu a oportunidade de se encontrar com os valorosos sociais-democratas que passavam férias à custa dos contribuintes. Numa das suas visitas, quiçá inspirado pela traquinice jardinista, Cavaco aproveitou o momento para, em tom maroto, elogiar as bananas madeirenses, maiores e mais saborosas, depois de uma primeira incursão pelo humor brejeiro quando explicava à comitiva, de sorriso travesso, que o dourado não era o macho da dourada.

Enquanto Cavaco passeia e graceja, o país espera. Ciente da situação como é seu apanágio, Cavaco aproveitou as férias na Madeira para mandar uns recados para o “contenente”, avisando os netos e os hereges de esquerda que também ele esteve em gestão durante 5 meses e aproveitando os holofotes para fazer, com é seu hábito, o frete à propaganda do PàF. Sorte das cagarras que desta vez não tiveram que o aturar. Haja pagode que o país pode esperar. Tudo pela nação, nada contra a nação!

As aventuras de Cavaco na Ilha da Madeira

“Agora vocês têm uma banana maior e mais saborosa”

#somostodosboys

tacho

A propósito do polémico arremesso da banana contra o futebolista do Barcelona Dani Alves, que não só reagiu com elevação como a situação em si acabou por desencadear uma enorme onda de apoio, que inclusive já se estendeu a casos semelhantes como aquele relatado hoje por Nélson Évora na discoteca Urban Beach (onde o grupo no qual se inseria foi barrado à entrada por aparentemente ter “demasiados pretos”, apesar de terem mesas reservadas), ocorreu-me um pensamento curioso.

[Read more…]