Para que serve um Conselho Geral?

Carregar para aumentar a imagem

Carregar para aumentar a imagem


Pelos vistos, serve para reconduzir um Director escolar sem ter de recorrer a essa maçada chamada eleições. E para fazer inúmeras e intermináveis reuniões burocráticas que servirão para legitimar uma decisão que já foi tomada. E para fazer a avaliação do trabalho do Director, mas, claro está, só depois de terminado o seu processo de recondução (por favor não se riam).
E dar aulas, não?

Ministério da Educação – nomear Conselhos Gerais?

Tomam hoje posse as novas Comissões Administrativas Provisórias dos Mega-agrupamentos.

E o MEC continua a mentir:

“O processo de agregações ocorreu através de um amplo diálogo em que a maioria dos intervenientes manifestou o seu acordo. Os agrupamentos criados têm uma dimensão racional, e têm em conta as características geográficas, a população escolar e os recursos humanos e materiais disponíveis.”

Podiam estar caladinhos porque mentir assim:

a) amplo diálogo – nem diálogo, nem amplo! Duas mentiras!

b) manifestou o seu acordo – MENTIRA! A maior de todos. Tirando as pessoas do partido (PSD) ninguém disse que sim!

c) Dimensão racional – mentira!

d) têm em conta… – mentira e anedota!

[Read more…]

Para se ser de Direita é obrigatório ser-se estúpido, ignorante ou insensível?

Tenho amigos suficientes de vários quadrantes políticos para saber que todos temos os nossos tiques: o cabelo desalinhado da esquerda face ao risco ao lado da direita, a camisa aos quadrados do comunista contra o pullover sobre os ombros do democrata-cristão e outras parvoíces sem importância nenhuma que poderia ficar o resto da tarde a desenvolver, recorrendo a graçolas semióticas de trazer por casa.

Como é evidente, para se ser de Direita não é obrigatório ser-se estúpido, ignorante ou insensível, até porque isso poderia levar a que pessoas de Direita e de Esquerda se pudessem confundir.

Acredito, em contrapartida, que as pessoas inteligentes, informadas e sensíveis, sejam elas de Esquerda ou de Direita, estejam mais próximas do que distantes. Não me espantaria, portanto, que, independentemente das diferenças ideológicas, todos considerassem que as crianças constituem, por assim dizer, um património inestimável que deve estar salvaguardado e que é da responsabilidade de toda a aldeia, de toda a sociedade. [Read more…]