Ministério da Educação – nomear Conselhos Gerais?

Tomam hoje posse as novas Comissões Administrativas Provisórias dos Mega-agrupamentos.

E o MEC continua a mentir:

“O processo de agregações ocorreu através de um amplo diálogo em que a maioria dos intervenientes manifestou o seu acordo. Os agrupamentos criados têm uma dimensão racional, e têm em conta as características geográficas, a população escolar e os recursos humanos e materiais disponíveis.”

Podiam estar caladinhos porque mentir assim:

a) amplo diálogo – nem diálogo, nem amplo! Duas mentiras!

b) manifestou o seu acordo – MENTIRA! A maior de todos. Tirando as pessoas do partido (PSD) ninguém disse que sim!

c) Dimensão racional – mentira!

d) têm em conta… – mentira e anedota!

Mas, há ainda uma frase que concorre para a anedota do ano. Vejamos:

“Para além da nomeação das CAP, é também nomeado um conselho geral provisório. “

Que o MEC faça a nomeação de Diretores, até se percebe.

Mas como é que se faz a nomeação do Conselho Geral (o “parlamento” da comunidade educativa)?

É o governo que escolhe o parlamento e os deputados? Esta nomeação vai escolher professores e funcionários que deveriam ser eleitos pelos seus pares? E quem vai escolher se entre o Presidente da Junta ou o …? Será esta a fase de suspensão da Democracia que falava Manuela Ferreira Leite?

Ou é um erro de escrita ou é mesmo uma parvoíce!

Será que alguém aceita ser nomeado para uma coisa destas? Não acredito!

Se calhar é mesmo da Ganza!

Comments

  1. Qual ganza?
    Destruição da escola pública à má fila!

  2. o menino Paulinho está muito nervoso e só diz que é o PSD!
    porte-se bem e trabalhe para ser um homem pois que isso de escrever um artigosecos e ler depois os comentários não é atividade que se preze para um trabalhador…
    experimente trabalhar, seu malandreco!

  3. “Mas como é que se faz a nomeação do Conselho Geral (o “parlamento” da comunidade educativa)?”

    Não se faz, JPaulo. Explico aqui: http://olhardomiguel.wordpress.com/2012/07/04/beija-mao/

    Abraço.

Trackbacks

  1. […] Tomaram posse as Comissões Administrativas Provisórias  dos novos mega-agrupamentos, algo a que ninguém queria pertencer, mas cuja exclusão é agora motivo para reclamações e afins. Nada que espante. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.