Mona Lisa cheirava mal dos pés?

Mona_Lisa

Um professor italiano de Anatomia Patológica na Universidade de Palermo decidiu fazer o que milhares de outros já fizeram: estudar todos os detalhes do mais famoso quadro do mundo, Mona Lisa.

O homem observou, analisou, estudou a obra-prima de Da Vinci e graças ao seu olhar clínico deixou um diagnóstico: além do sorriso enigmático, a modelo de Da Vinci podia também sofrer de colesterol e apresentar níveis altos de triglicéridos.

Ao analisar o quadro, Vito Franco encontrou o que se designa por “xantelasma”, uma acumulação subcutânea de colesterol, na concavidade do olho esquerdo de Mona Lisa e um sinal de um linfoma numa mão.

Como não há possibilidades de concluir o diagnóstico utilizando os tradicionais exames médicos, estas possibilidades não poderão, infelizmente, ser confirmadas. A estas dúvidas juntam-se outras, como saber se Mona Lisa, ou Gioconda, cheirava mal dos pés, padecia de ataques de flatulência, depilava as axilas, cortava as unhas dos pés, tinha mau hálito, entre outros dados relevantes.

Comments

  1. Luís Moreira says:

    Aquele sorriso sempre me pôs a cismar…

  2. Nuno Castelo-Branco says:

    E mais um detalhe. Há uma tese que aponta para a hipótese da famosa Mona Lisa ser, nada mais, nada menos, senão um auto-retrato de Leonardo.

    • Luís Moreira says:

      …que seria homossexual…ou pelo menos praticava, com os praticantes da oficina, o que agora é interdito, mas que na altura seria corrente…

  3. Nuno Castelo-Branco says:

    Calcula.se… aliás, existe um quadro onde surge um fulano, O Bom Pastor, se não me engano, que tem precisamente a cara da Mona Lisa. E as “tipas” que o Miguel Angelo pintou para a Capela Sistina? Só podia estar a gozar, a menos que fossem precursoras das nadadoras ou halterofilistas da RDA! ehehehehe, “gandas” mastronças.

  4. Luis Moreira says:

    ..era tipo “com a verdade me enganas…” como se diz nas Beiras.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.