Mas a culpa da crise não era do Estado Social, dos salários milionários dos funcionários públicos, dos portugueses que viveram todos acima das possibilidades e dos grevistas que não devem protestar mesmo que lhes apertem os testículos num torno?

Buraco do BPN pode chegar aos 7 mil milhões de euros: Reportagem Especial (SIC Notícias)

Comments


  1. E isto ainda nem a procissão foi montada, quando vierem os cortes, em fevereiro, e não acreditem que serão 4 mil milhões, quem souber fazer contas verá que são pelo menos 10 mil milhões (talvez a pílula ou supositório, conforme o gosto do utilizador / pagador, seja distribuído pelo ano), então aí todos dirão que não são a Grécia, nem a Irlanda, nem o Chipre, nem…

    Faço meus os votos de Cavaco Silva FELIZ NATAL


  2. O que dizer de Victor Constâncio agora debaixo das saias da europa?

    “Vítor Constâncio não se demite e defende que não houve falha de supervisão no BPN” 12/11/2008

    http://www.publico.pt/economia/noticia/vitor-constancio-nao-se-demite-e-defende-que-nao-houve-falha-de-supervisao-no-bpn-1349724

    • Maquiavel says:

      Se “não houve falha de supervisão no BPN” é sinal que foi de propósito!
      Isto é, o Vitinho admitiu um crime!

  3. Hugo says:

    A culpa é do BPN, das 37 auto-estradas entre Vale da Burra e Vale da Porca, das negociatas das PPP’s, das operações cosméticas fornecidas pelo SNS, dos gigantescos centros multiusos e piscinas olímpicas em terriolas perdidas no meio do monte, das escolas com candeeiros Siza, dos aumentos para a função pública a taxas superiores ao crescimento do PIB em ano de eleições, da contratação de funcionários públicos não porque são precisos, mas porque são amigos, da fuga ao fisco, etc. A dívida pública é de 120% do PIB, que por sua vez foi em 2011 de 160 mil milhões de euros (http://www.pordata.pt/Portugal/PIB+e+PIB+per+capita+a+precos+constantes+(base+2006)-933). O endividamento total (público + privado – banca) chega a 437% do PIB, qualquer coisa como 500 mil milhões de euros (http://economico.sapo.pt/noticias/divida-publica-furou-barreira-dos-120-do-pib-em-setembro_158936.html). O “auxílio” da troika foi de 78 mil milhões. Infelizmente, a culpa da crise não é única e exclusivamente dos 7 mil milhões de euros do BPN.


  4. Parafraseando uma senhora muito caridosa, seria altura de dizer a alguns senhores deste país que “não se podem comer milhões todos os dias, ainda por cima se forem outros a pagar”.

  5. Ze Maria says:

    Os direitolas não gostam nadinha destas verdades. Sobretudo quando os protagonistas são dum partido que desde sempre se tem manifestado por arregimentar a escória social que se tem abotoado à tripa forra de dinheiros alheios.
    BANDO DE GATUNOS! Sempre os mesmos…
    Vem depois a conversa nojenta de que a supervisão lá-lá-lá. – como se a falta de policiamento justificasse ou desculpasse QUALQUER crime. Idiotas!
    É esta gentalha que nos (des) governa e tenho por opinião que devem cumprir – apesar das aldrabices eleiçoeiras – até final o mandatato e….
    Oxalá o povo aprenda de uma vez por todas aquilo que esta associação criminosa, disfarçada de partido politico, foi é e fará sempre que for eleita.
    Gente desta merece cadeia e NADA MAIS!

    • João Paz says:

      Caro Ze Maria
      E, pelos vistos e para si, a COMADRE PS que SEMPRE esteve mancomunada com a COMADRE PSD é virgem e impoluta. As MALFEITORIAS que AMBAS ESSAS DUAS COMADRES perpetraram quer agora atribuí-las somente ao PSD.
      Mas que belo esforço para mascarar a realidade.
      Infrutífero, já se vê, mas deve ter gastoi o resto das energias da sua consciência para o fazer.
      Hércules não teria feito melhor.

  6. maria celeste ramos says:

    COPIADO-Oxalá o povo aprenda de uma vez por todas aquilo que esta associação criminosa, disfarçada de partido politico, foi é e fará sempre que for eleita.
    Gente desta merece cadeia e NADA MAIS!-fim do copiado – o “povo” não é uma cambada de bestas e de burros porque os burrinhos daqui e os cavalinhos daqui são mais inteligentes mas até eles, esses queridos e portugueses aninais – portugueses porque são da terra como o vinho e as minhocas e as borboletas – até isso matam e não cuidam – são um bando de criminosos não apenas para os homens mas para os animais e a a terra e os espaços e as paisagens – tiram o pão – tiram a aegria e mesmo a vontade de viver e a vida e em vez de batatas produzem “durões” e constâncios e esterco e engordam e ficam luzidios de gordura e andam e olham para as “câmaras TV” com aquele olhar de vencedor e mandante – a associação criminosa daqui é um bocadinho do que aprendeu com os criminosos de bruxelas que não sei como teve um NOBEL e ainda incharam mais e são gordos e luzidios e predadores e fantoches – que me interessa a paz colectiva se fizeram com que a guerra seja agora individual dentro de cada português que se suicida porque nada tem depois de ter dado tudo até a sua esperança ?? e tudo perderam – o bando de criminosos e padrecas que dão lições de moral – quando eu morrer batam em latas e façam estalar no ar chicotes – chamem palhaços e acrobatas – já me esqueci do poema de Cesário – que acada “e eu quero por força ir de burro” – a UE recebeu um Nobel ?’ então que se exija que demonstrem que o merecem porque entendo que merecem apenas um enxerto de porrada – temos a nossa bruxelazinha ali prós lados de S.Bento coitado do frade – fechem a porta do convento onde se come porco de pata preta e se destina o destino dos portugueses (os que lhes dão de comer e beber) – apertem-lhe os tomates e exportem-nos todos e não se esqueçam de romaria a bethlaem (é assim que se escreve ??) tanto faz – o putedo vive todo em palácios (e quando têm de sair do palácio não irão com certeza voltar ao local de onde vieram nos bairros da lata de Massamá de que absorveram e nunca perderam o espírito de miséria e até ofendem os que de lá são de raíz) – só trouxeram a falta de qualidade – vamos todos empobrecer ?? somos todos soldados ?’ mas que conversa é esta ? e ainda coadjuvado por um senhor que come bolo-rei de boca aberta ?? Mas que par de botas que traduzem os valores da maioria e a postura que nem a fatiota bem desenhada por um bom alfaiate lhes assenta bem porque o hábito não faz o monge -miseráveis – o que fizeram e torpedearam para chegar ali e tocarem a trompeta a dizer “agora é a minha vez” – desapeiem-nos – já – Estes “lulas” do lado de cá (ou chernes ?) – o mar anda muito poluído e com eles até as baleias se assustam e vêm mais e mais dar ao areal e nem os quizeram engulir ou ficaram envenenadas – sinais – Serão também sinais “Maia” ? – quem sabe ?’

  7. maria celeste ramos says:

    Vou-me embora para Pasárgada – Lá sou amiga do Rei

  8. Zecas Lopes says:

    Sem Sócrates isto seria um caso de polícia da esfera privada. Sócrates tornou isto uma dívida de todos. Obrigado PS.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.