O Cheiro de Braga

Braga cheira a môfo, cheira a podre, cheira a vândalo.

Quem Quer Casar com o PS-Carochinha?

Cartaz 03A crítica ao Sistema Político Português não pode deixar incólume seja que partido for. Já por demais abordei a questão do mutualismo essencial de esse sistema, que explica que o Protesto vá só até certo ponto e o Radicalismo não transite a estrema mínima do ponto de não retorno. Somos assim. Não disparamos na disputas de estrada. Não esfaqueamos ao menor insulto, após o acidente. Temos um inibidor idiossincrático que se manifesta nas pequenas coisas e nas de força maior, como o caminho para sair desta Vexante Ingerência Externa. Ora, tal crítica ao actual Sistema Político não é feita pelos que, pretendendo escapar a qualquer exame de Regime, se limitam a blasfemar contra a Esquerda do PS, quer contra o Partido Comunista, uma Igreja absolutamente previsível e dogmática, quer contra o minoritarismo incontornável do Bloco de Esquerda. Em Portugal, esta Esquerda de Cristal petrificou-se nos seus postulados, tão impermeável à big picture global e às dinâmicas do nosso tempo quanto assoberbados na sua mundividência exclusivista e colectivista como caminho milenarista obrigatório para organizar o mundo que não persuade nem conquista. No meio de este Parque Partidário Jurássico Nacional, o Partido Socialista, reduzido a uma agremiação de videirinhos incapaz de mais que sonhos mal disfarçados pelo enriquecimento pessoal instantâneo de um Playboy Parisiense ou de um Bardamerda Vara, nem que seja à custa das impressoras de dinheiro do Dr. Soares, não federa coisa absolutamente nenhuma. Associar-se ou submeter-se à agenda da restante Esquerda que o enjeita equivale a divorciar-se do Projecto Europeu bem como à perda de credibilidade junto dos partidos e forças sociais equivalentes na Europa. [Read more…]

Recenseamento

É ateu, agnóstico ou livre-pensador? Contabilize-se.

Sporting precisa é de Pinto da Costa como presidente dos presidentes

Jesualdo Ferreira vai ser apresentado amanhã como novo manager do Sporting. O treinador dos treinadores, na definição do presidente, Godinho Lopes. Homem de valor, sério, empenhado e conhecedor de futebol, não vai ser a resposta aos problemas leoninos.

Não o conheço pessoalmente mas acredito que a imagem pública que transmite seja a sua realidade. Não lhe auguro vida fácil em Alvalade.

pinto da costa

Na realidade o Sporting não precisa de um treinador de treinadores. Precisa de alguém que seja o comandante de todos os presidentes. Do presidente da direcção, do presidente da assembleia-geral e da legião de candidatos a presidente, dos notáveis de ontem, de hoje e daqueles que querem ser notáveis amanhã.

O que na realidade o Sporting precisa é de Pinto da Costa como presidente dos presidentes.

A Rampa das Corgas

No Ramal de Braga

No Ramal de Braga

Profecias e presépios

Acabo de descobrir através de fonte idónea que afinal Ratzinguer quer os animais nos presépios porque “o profeta Isaías no Antigo Testamento faz alusão ao boi e ao jumento (burro)“.

É uma lógica perigosa. Imaginem que indo Antigo Testamento fora alguém se lembra de pousar sobre o musgo as filhas de Loth emborrachando e copulando o progenitor.

Gustave_Courbet_-_Lot_and_His_Daughters_-_WGA5455
Isto ainda acaba para os lados de Sodoma, a ouvir Hubert-Félix Thiéfaine:

Há muito, muito tempo, as pessoas não se podiam agrupar nas ruas

Parece que estamos a regredir, mas é só impressão minha. Tenho a certeza de que estas pessoas estavam a provocar distúrbios. . Para quem não conhece, Myriam Zaluar é activista do movimento Precários Inflexíveis. Mais uma coincidência? Náááá!!!!

O coração do Porto

take away coração

As gentes do Porto sempre tiveram bom coração.
Mostraram-no quando ficaram com as tripas e ofereceram todas as carnes nobres aos seus navegadores que partiam para conquistar Ceuta.
Provaram-no quando apoiaram incondicionalmente a luta liberal, mostrando uma bravura e uma invencibilidade únicas durante o cerco das tropas de D. Miguel – O Cerco do Porto – agora nome de uma zona considerada pouco nobre. Esta coragem valeu-nos outro grande coração, o de D. Pedro IV que, na hora de partir, doou o seu, apaixonado que estava pela paixão dos portuenses em defender aquilo em que acreditavam.
Fazem dele prova diariamente, quando, sem esperar agradecimentos, auxiliam um semelhante, alguém que necessita de apoio, ainda que seja com o simples gesto de ajudar a atravessar a rua ou indicar aos forasteiros como se vai para qualquer lado. [Read more…]

Relvas já está na reforma

2800 euros por mês. Nada mau. Terá descontado quanto?

O país do faz de conta

Texto lapidar do João Ruivo. Se, depois de lerem, não ficarem revoltados, podem pedir a vossa certidão de óbito.

Da série ai aguenta, aguenta (12)

Escolas alimentam cada vez mais crianças nas férias

Arremesso de Anões

arremesso anão

Admito a minha ignorância desportiva.
Nunca imaginei que uma coisa destas pudesse existir. Pelo vistos, pode. Ou melhor, pôde. Pelo menos até 1989, na Florida – USA, pois claro!
Naquele país, onde o sol brilha mais forte, embora nem sempre nasça para todos, onde todos são livres, embora muitos estejam agrilhoados, e onde todos os sonhos se podem concretizar, embora nem todos possam sonhar, naquele país, houve uma magnífica tradição que foi, vá-se lá saber por que motivo, abolida.
Pois surgiu um senhor, um republicano, deputado, eleito pela Florida, Ritch Workman (nome bastante sugestivo para um Republicano, diria eu) que defendeu o regresso dessa enriquecedora tradição que tanta falta faz para animar a malta lá do sítio. [Read more…]

A bruxa

Cá no bairro todos os negócios vão mal excepto o da bruxa. Chamo-lhe bruxa de um modo se calhar abusivo, ou simplista, porque ela intitula-se “conselheira e terapeuta espiritual”. Mas tenho a atenuante de que sou do norte, e, nas duas margens do rio Minho, ser bruxa ou meiga não só não chega a ser insulto como até pode ser elogio.

Esta nossa bruxa é a mulher mais elegante da rua, tanto assim que parece sempre desenquadrada, como se se tivesse materializado de repente, com os seus vestidos negros de veludo e os sapatos de salto alto, num bairro de mercearias e casas antigas. Quando sai de casa deixa na rua um eco de tacones lejanos e um perfume denso, enjoativo, que sempre me faz pensar em plantas carnívoras, cheirem elas ao que cheirarem. Tem um olhar duro, demasiado impiedoso para quem aconselha e cura, e é isso, mais do que a sua linha de negócio, que me faz desconfiar das suas intenções. [Read more…]

Serás considerada culpada até provares o contrário

Paula Montez, uma activista pela não-violência, foi constituída arguida num processo pouco justo e totalmente opaco, a que pode não estar alheio o seu activismo. Pede a ajuda de todos os que estiveram no 14n em S. Bento.

Há quem gaste para trabalhar

Criado em 2009, o cartão Professor+ conta com mais de 30 mil inscritos.

cartaoprofessormais2

A força dos doozers

doozers_fraggles

Considerando o projecto de lei relativo à reforma do mapa administrativo do território uma arma de “extermínio dos órgãos mais próximos das populações”, o PCP vai apresentar na próxima sexta-feira dia 21 de Dezembro mais de 700 propostas de alteração ao projecto da maioria de direita ultra-liberal que preconiza a extinção e fusão de freguesias. Exigem os comunistas que cada proposta de alteração apresentada pelo PCP seja votada uma a uma, garantindo assim que, perante cada uma das extinções propostas, cada deputado dê a cara pelo seu voto de acordo ou desacordo, impedindo que possam votar anonimamente em favor da extinção das freguesias dos círculos concelhios que representam. O anúncio foi feito vários dias antes do fim do prazo para a apresentação de propostas de alteração ao projecto de lei relativo à reforma em questão, demonstrando o PCP a habitual capacidade de trabalho dos comunistas portugueses. [Read more…]