Charles Coins

moedas2Está no ar o mais recente programa de humor negro, o Programa do Governo. Trata-se, na realidade, de um reality show com a apresentação a cargo de Miguel Relvas: a produção não gostou do casting de Teresa Guilherme, considerada demasiada calma e inteligente.

Apesar da preponderância de Relvas, tem sido o concorrente Carlos Moedas a ganhar algum destaque nos últimos tempos, uma vez que soube inventar uma frase que fica no ouvido: “O relatório é um bom relatório”. Inspirando-se no Diácono Remédios, Moedas soube valorizar o seu aspecto exterior, resultante de um cruzamento entre o padreca escanhoado e o programador de jogos sem vida social.

Fontes próximas do secretário de Estado confidenciaram que, em rapaz, já Carlos Moedas era um humorista nato que procurava seduzir fêmeas anglófonas com a frase “You must insert coins”, o que lhe provocava ataques de riso sufocantes. Sendo-lhe impossível evitar o recurso ao humor, foi ele o inventor do trocadilho “Goldman Saques”, associando, nesse caso, a risota à adivinhação.

A sua participação nos mais recentes episódios do Programa do Governo tem sido, portanto, um sucesso. Foi graças à sua interminável veia cómica que pôde afirmar que um relatório cheio de erros é um bom relatório. Àqueles que lhe perguntarem como pode ser bom com tantas imprecisões, o afamado autor de facécias saberá responder, sempre chistoso: “Então? Estava a falar da encadernação. E este papel couché, hein? Hehehe! Sou muito brincalhão, sempre na brincadeira! Heheheh! Mas não se ri porquê?”

Comments

  1. Paula esteves Silva says:

    Um texto extraordinário. Parabéns!


  2. Mordaz, subtil, inteligente.

  3. MAGRIÇO says:

    Muito bem, A.F.N.! Tenho pena que este elenco governativo não mostre o mesmo espírito criativo.

  4. Fátima sousa says:

    Tal e qual!
    Parabéns por mais um excelente texto!
    Beijinho!

  5. Alexandre Carvalho da Silveira says:

    Mesmo sendo um relatório cheio de erros e com tantas imprecisões, podemos ao menos discutir o que lá está e que é correcto? É que eu já ouvi chamar erros e imprecisões a factos e quando se tem uma camara de tv à frente do nariz, é dificil resistir à tentação do politicamente correcto, mesmo que isso seja um perfeito disparate. Há muito boa gente que se pensa muito respeitavel neste país, que não se coíbe de fazer figuras ridiculas. E não estou a falar do Coins.

    • António Fernando Nabais says:

      Pode começar por seguir as ligações e contestar os argumentos daqueles que consideram que o relatório contém erros graves.

  6. Pedro Marques says:

    Parabéns por mais um belíssimo texto.


  7. Charles Coins?! Muito lol mesmo!!!!!!!!

  8. Balhelhas says:

Trackbacks


  1. […] – “Char­les Coins”, Antó­nio Fer­nando Nabais no Aventar […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.