«PS, Partido Assassino»

Nem de propósito, a primeira coisa que o vizinho apartidário do bairro me disse, depois de ouvir Seguro, foi isto: «O PS é um partido assassino. Seguro jamais poderia inovar e fazer diferente dos perfeitos sacanas que o antecederam!» Afinal, desde o primeiro minuto estava escrito: Seguro sucumbiu à sombra tutelar do avozinho Soares que já lhe tinha ralhado. Se bem entendi, Seguro esteve a encenar toda a semana. Foi teatro. Este desfecho já estava engatilhado. Disse que houve conversações e negociações que mostraram que nalgumas propostas é possível haver convergência, mas assassinou a convergência ao canto das sereias internas. Portanto, prefere instabilidade. Prefere eleições a compromissos com os restantes partidos de Governo! Portanto, deu ouvidos ao lastro mais parasitário, rançoso e incompetente que a Política em Portugal alguma vez já viu, Soares e Alegre… e os outros. Em suma, com o PS no Governo, podemos esperar aumento das bolsas de estudo, aumento das reformas, subida do salário mínimo, aumento subsídio de inactividade social, e carroças com investimento público. Com Seguro a Primeiro-Ministro, poupar ficará no passado, esse conceito salazarista do impreprado Passos. Saldar as dívidas, conforme constava do Memorando, era só para enganar. Venham daí eleições, Cavaco. O PS vai ganhar. Fará correr leite e mel assim que gritar bem alto, com a restante Esquerda Nefelibata: «Não pagamos! Exigimos renegociar!» Lindo.

Comments

  1. Amadeu says:

    Tu e o teu vizinho são o ranho do extrema direita portuguesa. Ladram, ladram mas se tentarem morder, levam nos cornos.
    Ladra à vontade, retornado.

    • palavrossavrvs says:

      Calma, xuxadeu.

      • Amadeu says:

        Se for preciso volto à rua para papar meninos como tu. Para de culpar a esquerda pela merda da tua vida. Vai entregar curricula. Para de xular a tua família. Ninguem te deve nada.
        Se nada mudas … nada muda ( Lapalissodeu)

  2. Luís Filipe Miranda says:

    Chamar avozinho, com sentido pejorativo, à pessoa a quem deve a liberdade de estar aqui a chuviscar perdigotos insultuosos para qualquer cabeça que não seja “unineuronial” como a sua, é, no mínimo, abjecto. Experimente falar directamente para a retrete.

    • palavrossavrvs says:

      Deu-me a liberdade e depois mamou o resto da vida. Podia dar-me a liberdade e ir trabalhar.

      • vizinho says:

        tu também podias ir trabalhar e andas aí a viver á conta dos outros depois de teres gasto mais dinheiro do que aquele que tinhas.
        és um parasita!

        • palavrossavrvs says:

          Estou desempregado. Soares parasita há quarenta anos. Non stop. Deveriam abrir uma rubrica no Guiness.

          • atento says:

            estás desempregado porque não tens as valências necessárias para estares empregado neste tempo de economia global. não estudaste, não te esforçaste e foste pro olho da rua, naquilo que so pode ser considerada uma excelente decisão de gestão por parte da empresa onde estavas encostado.
            talvez se aceitares ir lavar retretes por 0,5 euros/hora arranjes emprego mais rapido. já tentaste?
            não te preocupes que não é um trabalho mais sujo do que aquele que já fazes aqui e de borla….

          • ferpin says:

            Tenho lido com algum desagrado as suas verborreias. Soube agora que está desempregado o que explica algo. O sofrimento tolda o discernimento. No seu caso faz defender o capital que lhe disse que não vale nada e atacar aqueles que estarão mais próximos de o defender (aos que tal como você estão neste momento por baixo).
            Se acaso é pseudo-desempregado e vive de rendimentos dos capitais dos papás, então também se percebe a origem das suas opiniões.

  3. Socialista Socialite says:

    ohohohohohohoho
    o Seguro tem mais coragem num peido do que tu no corpo todo
    ohohohohohoho

    • palavrossavrvs says:

      Isso é que é ter faro. Continuação de excelentes snifadelas.

      • Socialista Socialite says:

        cheirar peidos dos outros é coisa de que ninguém se pode gabar de nunca ter feito.
        já pra cheirar cús como tu fazes é preciso ser-se um tipo especial de gente…

  4. vitor gastar says:

    e eu que pensava que quem tinha exigido a renegociação, tendo inclusive pedido a demissão do Governo por não ver maneira de isso acontecer, tinha sido o Paulo Portas…
    o palavrochato é de que partido mesmo?


  5. Tenho muitas dúvidas quanto ao PS e quanto a Mário Soares , que tanta gente defende mas que esquece das barbaridades que disse e fez , como por exemplo , sobre a des-colonização de Timor , que queria abandonar à sua sorte , alegando que era parte integrante da Indonésia , enquanto os timorenses lutavam árdua e valentemente para a sua independência .

    Há muitos heróis de pés de barro e com muitos telhados de vidro . Mário Soares não
    é um Santo .

    Quando o filho João Soares se candidatou à Câmara com Santana Lopes , já falava a certos vizinhos , a quem nunca falava para votarem no filho , porque o Santana era um
    depravado que só gostava de mulheres e que já tinha tido várias mulheres .

    Se o Santana fosse paneleiro , como há muitos no PS , se calhar já não fazia mal e já
    não era considerado depravado como o Sócrates , que ainda continua bem enraizado
    no PS , mas este corrupto que destruíu o país . já não é passível de críticas .

    É a hipocrisia do vale tudo para tentar ganhar , por qualquer método duvidoso , atra-
    vés da má Língua e que afinal acabou mesmo por perder .

    Claro que estes actuais governantes não são flores que se cheirem , mas não é razão para defender a corrupção socialista . . .

    .

  6. murphy says:

    Última hora! Uma delegação socialista ao mais alto nível, encontra-se na Lapónia a negociar com o Pai Natal no sentido de, para além do 25 de Dezembro, passar também a haver distribuição de presentes no Dia de Páscoa e no Dia da Criança.
    http://jornalismoassim.blogspot.pt/2013/07/salvacao-nacional-eleicoes-antecipadas.html


  7. Sem corte com os ‘patrioteiros-do-prego’… não há sobrevivência!
    Para sobreviver Portugal precisa de um Movimento que ‘corte’ (separatismo-50-50) com os ‘patrioteiros-do-prego’ (leia-se, os ‘patriotas’ que estão a colocar Portugal – e não só – no prego).
    De facto:
    – os ‘patrioteiros-do-prego’ não defendem uma estratégia de renovação demográfica – média de 2.1 filhos por mulher; [nota: os ‘patrioteiros-do-prego’ dão musica a parvinhos-à-sérvia… vide Kosovo]
    – os ‘patrioteiros-do-prego’ falam em despesa “não enquadrada” na riqueza produzida… e depois:
    a) metem o país a fazer empréstimos… para pagar empréstimos;
    b) vendem recursos estratégicos para a soberania… à alta-finança/capital-global;
    c) etc.
    {nota: : os separatistas-50-50 não têm nada contra os ‘globalization-lovers’… leia-se: os ‘globalization-lovers’ que fiquem na sua… desde que respeitem os Direitos dos outros… e vice-versa}
    {mais uma nota: uma NAÇÃO é uma comunidade duma mesma matriz racial onde existe partilha laços de sangue, com um património etno-cultural comum. Uma PÁTRIA é a realização de uma Nação num espaço}
    —> Concluindo: antes que seja tarde demais, há que mobilizar aqueles nativos europeus que possuem disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência… e… SEPARATISMO-50-50!
    .
    .
    .

    P.S.
    Um caos organizado por alguns – a superclasse (alta finança – capital global) pretende ‘cozinhar’ as condições que são do seu interesse:
    – privatização de bens estratégicos: energia… água…
    – caos financeiro…
    – implosão de identidades autóctones…
    – forças militares e militarizadas mercenárias…
    resumindo: estão a ser criadas as condições para uma Nova Ordem a seguir ao caos – uma Ordem Mercenária: um Neofeudalismo.
    {uma nota: anda por aí muito político/(marioneta) cujo trabalhinho é ‘cozinhar’ as condições que são do interesse da superclasse}

  8. Bento Norte says:

    EM 3 TEMPOS E ENCHER PNEUS

    1º Tempo – Que não saia como piada de mau gosto mas isto faz-me lembrar a bombeiral da moda do Raul Solnado. Como é que os incendiários se organizam em corpo de salvação? O Tozé no meu disto tudo lá anda junto dos crescidos com um balde de praia entornado na areia a tropeçar nos próprios pés.

    18 DE JULHO DE 2013 ÀS 12:15

    2º Tempo -Temo bem que se trate de um teste decisivo ao que tem sido a sua falta de liderança de Seguro. Tenho para mim que a reboque ou ao empurrão ele anda a ser dirigido por gatilho armado. Ou segues as instruções ou sais, até parece que é a senha.

    19 de Julho de 2013 às 08:50

    3º Tempo – Aposto na osga que aí vem. Por isso avanço com a solução de Belém perante o desacordo partidário para a salvação. O Snr . Presidente vai acatar a remodelação proposta pelo governo e siga a marcha sem eleições. Rais parta a osga.

    19.07.2013 às 18:22

    Pneumáticos – Jogo do rato
    Parecem rapazinhos nas construções lego.
    2013-07-19 09:05

  9. Luís Filipe Miranda says:

    A tipos que escrevem com pseudónimos e fotos alheias, como este palavroimbecil, dá-se o nome de COBARDES!!!!! Provavelmente, é um JSD envergonhado ou um diminuído mental a quem tiraram a camisa-de-forças. Em ambas as hipóteses, vá cagar para a mata, sua espúria criatura!.

    • palavrossavrvs says:

      Não é verdade. Investigue um pouco, se souber.

      Que eu vá cagar para a mata não é um argumento político. É uma sugestão higiénica bastante primitiva. Limpava-me a quê? A boletins do Euromilhões?! Isso não serve como argumento. É só raiva. Discorde com argumentos e não a quente.

      • atento says:

        tu ires cagar pra mata é uma metáfora, não é um argumento.
        não te ensinaram isso lá nas Novas Oportunidades?

        • palavrossavrvs says:

          Uma metáfora pode ser um argumento. Que tal esquecer quem escreve e comentar O QUE É ESCRITO?!

          • atento says:

            pois pode, aliás até um sinal de pontuação pode. mas sabes, não és tu que escolhes o que são ou não são os argumentos no que os outros escrevem.
            quanto ao resto, mas onde é que neste post está alguma coisa ESCRITA?!
            vomitada, talvez.

  10. adelinoferreira says:

    Joaquim, porque o tema é politico/religioso
    envio-te este postal, que pelo adiantado da
    hora, vai passar despercebido: O NAVIO FANTASMA (16)

    É surpreendente a facilidade com que uma classificação, que não é mais do que uma classificação, traduzindo interpretações de quem a usou originalmente, implicando intenções políticas que são, como todas em democracia, de uma “parte”, logo longe de serem ou deverem ser  incontestáveis, se torna a coisa em si. É o caso da classificação das actuais conversações, pactos, entendimentos acordos, seja lá o que for e o que der, como sendo de “salvação nacional”.  
    Este tipo de classificações são meta-políticas em democracia, prendem mais do que libertam, impedem a discussão, impõem caminhos únicos e estiolam o espaço público. O país pode de facto precisar de um acto de emergência, de uma aliança excepcional, de entendimentos sem precedentes, de uma diferente exigência temporal nos acordos entre partidos, mas não pode ser encerrado num acto de “salvação nacional” que, por assim se classificar, se coloca à margem do debate e do escrutínio democrático. Na realidade, o verdadeiro objectivo deste processo é minimizar o papel das eleições no processo democrático, colocando os portugueses e a soberania do voto popular sob a tutela de acordos  que, ao usarem a grandiloquente expressão de “salvação nacional”, diminuem a democracia. Na verdade, quem é que pode estar contra a “salvação nacional”?
    JPP 
    à(s) 17:23

  11. adelinoferreira says:

    O politico religioso é este:

    13.7.13  A PRIMEIRA MANIFESTAÇÃO DO SINDICATO DO GOVERNO 

    Deu-se há dias a primeira manifestação organizado pelo sindicato do governo. Não foi na rua, nem na Assembleia (nas galerias), nem às portas duma fábrica ou empresa, nem a cantar a Grândola, foi numa igreja durante uma missa. Não sei o que pensa o novo Patriarca, ou a Igreja, mas assistir à primeira manifestação pública do sindicato do governo durante uma missa coloca-lhe o dilema da lembrança de Cerejeira, presumo que lembrança muito mal vinda. Ele há cada uma, ir manifestar-se para uma Igreja durante uma missa, com dezenas de guarda-costas cá fora, é um penoso retrato do nosso sindicalismo governamental. No entanto, tem uma enorme vantagem sobre os grevistas da CGTP e da UGT, não perdem o salário de um dia de trabalho. 
    A manifestação traduz um enorme suspiro de alívio com o retorno da “estabilidade” por parte dos de cima. Não é que António José Seguro seja visto como uma particular ameaça, mas os tempos não dão muita folga a brincadeiras e o recreio já está suficientemente preenchido. O susto foi grande e em tempos de guerra não se limpam armas. Acresce que nunca se sabe o que pode sair de eleições numa altura destas. Não é o PS ganhar que preocupa, bem pelo contrário, enquanto Seguro lá estiver as “crises” resolvem-se. É que uma derrota espectacular do PSD e do CDS, traria efeitos em todo o sistema político e enfraqueceria… o sindicato.JPP 
    à(s) 11:29
    Partilhar
     ‹

  12. jorge says:

    avozinho ? chamar-lhe-ia antes facínora sem igual. mas o Rui Mateus já apresentou o rei dos oportunistas.

  13. valdevino says:

    Se não fazes um clister de gesso,vais ter de levar com eles novamente e descarregar mais ranho ó aldrabão ranhoso !


  14. Portanto, prefere que os gatunos de Portugal se entendam e combinem já o que vão roubar nos próximos 20 anos.
    Juízo, Joaquim.

  15. António says:

    A verdadeira intenção de alguns “palhaços” é tentar passar uma esponja sobre o maior desastre governativo de sempre do fugitivo de Paris, cujas consequências dramáticas hoje suportamos e havemos de suportar por muitos anos, infelizmente. Lá diz o ditado “chama-lhe antes que te chamem”. O PS é o partido do profissional ilusionismo, populista quanto basta, apoiando-se sempre na ocacidade e alguma incultura do povo. Mantém o “relevante” palmarés de ser em Portugal o partido que ocupa o 1º lugar no ranking da corrupção e da incompetência governativa, conforme dados do domínio público.

    • Luís Filipe Miranda says:

      António, Justiceiro Aldrabão! TODOS SABEMOS QUE O PARTIDO MAIS CORRUPTO É O PSD. O 1º lugar no seu “ranking” é dele. Não invente. Pff…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.