Centros de estágio nas escolas

A EB23 Santa Marinha não tem, a EB de Canidelo também não…

E a lista poderia continuar. São escolas, em Vila Nova de Gaia, que não têm pavilhão para a prática da Educação Física.

Mas, isso é um detalhe porque há outros valores em cima da mesa. Há orçamentos para a construção de um pavilhão numa freguesia cá do burgo que é inferior a um milhão de euros, quando uma Associação tem que gastar quase mil euros por mês no aluguer de um espaço. Aliás, há já freguesias onde a Escola utiliza o pavilhão “público” existente lá ao lado. Assim, os 16 milhões gastos no apoio a uma empresa poderiam ser usados para construir espaços de qualidade em cada freguesia, não?

O que seria melhor para a população?

Nota: poderia escrever o mesmo ou pior sobre o Seixal, mas isso é do outro lado do rio…

Comments


  1. Tem toda a razão. Eu sou um dos 63% do total de gaienses que são “menezistas” e tenho dificuldade em perceber porque é que o futuro campus escolar de Avintes vai ter um polidesportivo coberto e não um pavilhão que cumpra os requesitos mínimos para ser utilizado pelas colectividades federadas. Evidencio o futsal feminino, modalidade em que os “Restauradores Avintenses” são uma equipa de referência a nível nacional e começa a ter reconhecimento internacional.

Trackbacks


  1. […] falei do dinheiro entregue ao Centro de Estágio de uma equipa profissional de […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.