Gaia:YES, we WIN!

euevrConfesso que não são muitas as palavras que os dedos conseguem construir no teclado, não sei é se o problema é dos dedos ou do teclado. Há quem diga que é do cansaço.

Vivi ontem uma das noites mais felizes da minha vida.

Terei sido um dos que mais escreveu sobre Vila Nova de Gaia (a minha terra) nesta coisa a que alguns chamam blogosfera. Terei sido do primeiros (o único?) a mostrar o que era a gestão de Luís Filipe Menezes. Assumi o meu anti-Menezismo quase primário. Exagerado é certo, porque algo de bom estava feito. Mas, caramba, foram 16 anos! Recordo três exemplos:

falei do dinheiro entregue ao Centro de Estágio de uma equipa profissional de futebol;

– o desemprego em Gaia

– sobre o Marco António.

No Aventar, até parecia que havia uma maioria fã do Menezes, mas felizmente, a razão estava do meu lado e as más práticas políticas perderam. Não vou escrever uma linha sobre quem perdeu em Gaia – quem lutou, no Bloco, no PC, com o Aguiar ou com o Amorim, merece um aplauso porque fez o melhor pela nossa terra. Obrigado pelo vosso contributo.

No entanto a derrota segue inteirinha para a tropa que por cá andou durante 16 anos, que recebeu dinheiro através das empresas municipais… Aliás, o Centro de Emprego de Gaia deverá ter ainda mais visitas nos próximos dias com a fantástica derrota do tal Porto FORTE.

É seguramente o pior post alguma vez escrito nesta casa, mas que se lixe…

A nossa vitória em Vila Nova de Gaia foi espantosa e verdadeiramente singular. Fizemos dezenas (centenas?) de reuniões com associações, clubes, direcções… Fizemos milhares de quilómetros por todas as freguesias, centenas e centenas de candidatos e apoiantes que deram a voz e o rosto pelo projecto. Profissionais, quase zero. Sondagens marteladas, zero. Foi limpinho, limpinho, limpinho.

Claro que, quando foi necessário, saiu um tiro nos porta-aviões adversários, porque, caramba, isto também é política e um pouquinho de sal ajuda sempre.

Apetece-me gritar bem alto, aqui da Avenida da República, Viva a República!

Nota: não me esqueci do JN, esse pasquim que se vendeu. Mas, sobre ele, escreverei mais tarde.

Comments

  1. Luis says:

    Uma vitória histórica do PS em Gaia. Vence a câmara, a assembleia e a grande maioria das juntas (12 em 15). Certamente têm mérito nesta vitória esmagadora, sobretudo escolhendo pessoas que a maioria da população reconhece como capazes e competentes. Agora esta vitória traz com ela responsabilidade. Daqui em diante o PS será quase inteiramente responsável, pelas políticas do nosso concelho. Penso que tem condições para fazer um bom trabalho, assim o desejo. Aproveitem o apoio que as populações vos deram e não se “fechem” nos gabinetes. Boa sorte e parabéns! Só lamento que a CDU não tenha conseguido nenhum mandato na câmara.

  2. Hugo says:

    Já há muito que deixei de acreditar em salvadores da pátria. Penso inclusive que as opções para Gaia este ano eram das mais fraquinhas dos últimos anos. Eu nunca votaria num candidato de um partido que levou o país ao charco financeiro. Acho que é uma questão de aprender com a História recente. Quanto aos demais, entre candidatos ninja e candidatos salta-pocinhas venha o diabo e escolha. Acabei por votar na lista que me pareceu menos má, não por me rever especialmente no seu programa, mas por, pelo menos à primeira vista, ser uma lista independente de qualquer filiação partidária (acho que a eleição do Rui Moreira no Porto pode ser uma pedrada no charco que se tornou a política nacional). Em todo o caso, espero que o Eduardo Rodrigues faça um excelente trabalho em Gaia e consiga fazer esquecer o Menezes, que sem dúvida foi um bom presidente, mas que perdeu todo o meu respeito pela façanha de se candidatar contra o que vem estipulado na lei.

  3. Eduardo Louro says:

    Parabéns, João Paulo. Não é certamente “o pior post alguma vez escrito nesta casa”, é um post cheio de alma comose percebe pelo “Viva República” final, a cheirar a libertação.

  4. Fonseca Santos says:

    Parabéns, Dr. João Paulo. Como sabe não sou político, nem analista, nem militante de nenhum partido. Sei apenas que em democracia devemos respeitar o voto consagrado nas urnas pois essa é a vontade do povo. A partir de agora devemos todos concentrar as nossas energias no progresso de Gaia e das suas freguesias apoiando o que de bom for feito e combatendo o que consideramos mal, sempre com frontalidade e conscientemente. Como disse o “meu” presidente de quem tanto gosta – ” … não estraguem o que está bem feito.”
    Está na hora de “varrer” a casa.
    Mais uma vez parabéns e conto consigo para outras lutas.


    • Viva, antes de mais, agradeço o seu comentário. Como sabe, sou há muitos anos uma pessoa comprometida com a minha terra (a nossa!). Espero, por isso, que a candidatura que eu apoiei possa concretizar o que está pensado, obviamente sem colocar em causa a unidade, isto é, o que for feito, será para todos e com todos 🙂 Há coisas boas, coisas por fazer e é por aí que a gente vai. Acredito que vamos conseguir. JP

  5. Orvalho says:

    Espero bem que este PS tenha aprendido com os erros do PS-Carvalheiras … e que não erga por aqui nenhuma estátua ao Cónego Melo.


  6. è bom “ler” que há gente contente – mas a Maria João Avilez está prá li a dizer coisas – tipo de sessão fúnebre – vala a pena ouví-la + etc

Trackbacks


  1. […] resultados das eleições em Vila Nova de Gaia fazem-me voltar à temática das […]


  2. […] Meu caro Presidente, a Malala poderá ser uma excelente inspiração. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.