À Atenção dos Camaradas!

Está tudo a postos para uma marcha como nunca Portugal viu, no próximo dia 19 de Outubro, na monumental ponte 25 Salazar-de-Abril. Na verdade, todos os fascistas como eu, os fascistóides como tu, fachosinhos e faschozões como são todos os que não se revêem na retórica e nos passes de exclusividade do PCP-CGTP, rebolarão de raiva e horror por terem dado força à luta da CGTP-PCP, escrevendo uns posts e tendo uns pronunciamentos malucos. Será, já é, um sucesso. Uma travessia daquelas a pé deve ser coisa para mais de uma hora e meia, porque uma pequena mole de duas mil pessoas leva o seu tempo para sair do ponto A e chegar ao ponto B. Isso coloca um problema sério de corrosão sobre a ponte pelos litros de mijo inevitáveis: uma ponte não é um poste qualquer atrás do qual se faz um chichizinho sem outras consequências. E no que tange a outras descargas-evacuações excretadoras de origem humana?! Quem se responsabilizará pelos detritos largados irresponsavelmente naquele enorme perímetro?! Transportará a Central Sindical latrinas móveis suficientes?!

Arménio Espingardante e o conselho de sábios espingardantes não escutam a razão. Diante dos vários pareceres negativos à realização do protesto na Ponte Salazar de Abril, reiteram disponibilidade para dialogar, isto é, para cagar d’alto para o bom senso emitido pelas diversas entidades, colar ao peito e esperar que seque. Empatar o trânsito, arriscar o pêlo à chuva, ao vento e ao relâmpago não interessa nada. O que importa é não alienar o direito legal e constitucional de expressão e manifestação enquanto garantes da defesa dos direitos, liberdades e garantias que a dívida vai tragando. Se essas vozes cheias de testosterona e escândalo e essas manifs cheias de «Demissão!» e «Passos, escuta, és um filho da puta!» resultassem em invenção de dinheiro, prosperidade e vencimentos chorudos para sempre, eu seria o primeiro, todos os dias, a marchar de braço dado com os camaradas.

Infelizmente, as marchas não produzem um parafuso, não colhem uma banana, não semeiam um tomate, não montam um iPad. Pelo patético não vamos lá.

Comments


  1. Fica aqui o meu apelo para que retirem imediatamente o comentador do painel do blogue: É insultuoso, escreve textos sem fundamento e em verdade, tem problemas mentais extremamente graves concerteza. Parasitas já muitos temos. Agradecido.


    • Tem canitos a defendê-lo. Canito Cardoso !! Busca , busca.

    • Joaquim Carlos Santos says:

      Por que é que não organiza uma milícia e não vem desinfectar-me pessoalmente até que eu aprenda a escrever conforme a sua agenda e o seu modo de abordar a realidade?!

      Também pode organizar um pelotão de fuzilamento e vir aqui a casa, diante da minha família, e desinfectar-me da humanidade. Eu sei que, se não respeito a CGTP e o PCP nem mereço existir, eu sei.

      Sentido de humor, isso é que népias. Vai no Batalha.


    • Gulag com ele não é? Onde é que eu já ouvi isto?…
      Eu também discordo (quase sempre) do Joaquim. Por vezes acho-o mesmo insuportável. Outras acho-lhe graça. Outras ainda, concordo com ele. Agora “expulsá-lo” parece-me excessivo e nada abonatório para um blogue que se diz “plural”. Constato também uma diminuição de “vozes” a defenderem o pensamento “oposto”. Uma visão consistente e lúcida da esquerda (não fossilizada de preferência…). O que é que se passa? Preguiça? Esgotamento? Mudança de rumo?…

      • joshua says:

        Grande Luís. Um Abraço.

      • Fernanda says:

        Concordo, Luis FA!

        O Joaquim faz falta aqui!

        Quanto a defender-se/argumentar-se o “oposto”, não é preguiça, não é esgotamento nem é mudança de rumo. Ó Luis FA, é outra coisa que não sei explicar muito bem, mas tem a ver com o argumentar-se e contraditar-se o quê, mesmo?

        • Fernanda says:

          O dr. Spock dizia e defendia que, após a gente crescida ter respondido éne vezes às questões dos mais pequenotes e que se estes continuassem a perguntar “mas porque é que é assim, mas porque é que não posso?”, o melhor seria desviar a atenção dos piquenos e dizer: “porque sim, e vai brincar com os teus brinquedos, arruma tudo, lava os dentes e vai para a cama!”

          Não é bem, bem, preguiça nem esgotamento.

      • sinaizdefumo says:

        De acordo Luís FA. Ele, o Joaquim Carlos Santos, tcc Palavrossavrvs, tcc Joshua, bota pr’aí uma música e há pessoal que dança. Ora, só dança quem quer. Ora ainda, nem quero perder a música nem a dança. Ai do Aventar se expulsa o DJ, deixo de pagar as quotas. 🙂 Parabéns Aventar. Oh sô Joaquim, vá dar sangue.

        • joshua says:

          eheheheheeh A propósito de sangue, acabei de comer duas beterrabas cozidas. São baratas e dizem que faz bem ao dito.

          Grande abraço!

          • sinaizdefumo says:

            Dizqu’é boa majé prà hipertensão. Coma mais duas. 🙂


  2. Só por ver a reacção fascista a ganir e a espumar esta iniciativa da CGTP já vale a pena. As marchas não produzem um parafuso? Pergunto a este facho ignorante, o que é que produziu a revolução de 1383-85? O que é que produziu o 1 de Dezembro de 1640? O que é que produziu o 5 de Outubro, ou o 25 de Abril, ou a revolução francesa? Se não houvessem marchas, protestos e revoluções então aí é que não havia mesmo parafusos, nem para enroscar, porque ainda estaríamos na antiguidade pré-clássica… E tal como outros, não percebo porque é que provocadores cheios de ódio e sem um pingo de honestidade intelectual ou moral estão a fazer neste blog.

    • joshua says:

      Qual ódio, camarada? Revoluções, em Portugal, são sempre mansas e ficam sempre os mesmos privilegiados por cima. Por exemplo, o desastrado PREC colocou o País em aflição em apenas dois anos, com o FMI a bater à porta, em 77. Portanto, revoluções para mais miséria e vergonha internacional, não, camarada.

      Na Ponte teremos unicamente um desfile, um capricho, uma contagem de espingardas. Depois há os outros portugueses que querem trabalhar barrados pelos empatas das greves.

      É um grave problema haver quem lide mal com divergências profundas de opinião. Imperdoável.


  3. É pá ,o que uma pessoa aprende quando vem aqui, de vez enquanto, ao tasco!!!Então não é que há milhares de gajos e gajas todas “barradas”….tudo a querer trabalhar, ao Sábado no Fórum, na Costa da Caparica, no Continente do Seixal, ou em Cacilhas .Grave, muito grave!!
    Mas, bem vistas as coisas, porque não deixar atravessar a ponte? Até é uma questão de “inteligência”,( coisa que o JoJo, enfim.. ) mas repara “amigalhaço” JoJo; vai estar a chover á brava, vem uma ventania desgraçada pá, milhares voam direitinhos ao rio,outros trucidados pelo comboio ,( embora neste caso, me pareça mais difícil ,em termos fisicos ,até pela lei da gravidade, etc. e tal,mas isto ,o “camarada” Jojo lá sabe..) outros apanham uma pneumonia de certeza pá,e morrem mais tarde!!!Maravilha!Tás a topar JoJo?Que tal? InteligênCIA,InteligenCIA,é preciso….não basta usar o chapéu.Ai,ai…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.