2014, um ano com perspectivas

joao_almeidaO João Almeida tá no governo!? fixe, pá oh pá, foda-se, vai ser gozar pracaralho.

Comments

  1. lidia sousa says:

    Táctica deste 1º Ministro e seu homem sombra o vice: fazer como Estaline, para calar um inimigo dá-lhe um cargo no Governo. Assim começou este Governo contratanto os Blogger que criticavam o ALFORRECA, chamando para Ministro os criticos, o ultimo foi o paspalho Lima, qur o patrão das Cervejas Manuel Viola agradeceu imenso, pois nomeou outro com salario inferior e qualidade superior, o Maduro, o Lomba e por aí fora. Cada Povo tem o Governo que merece.


  2. 2014 promete – para já começou hoje com inundações catastróficas no Douro e no Mondego – O FOGO fez arder toda a vegetação que agarrava os solos e solo sem “os malvados matos que tanto se critica até o ministro” à solta o solo em declive resolve CAIR – fogo e água são VIDA e no limite são a desgraça dos solos e de quem deles depende – animais e criaturas – empobrecer não é só perder emprego nem fechar fábricas – é perder p que o solo produz e a função de protecção do solo – assim vamos ser deserto como o previsto em 1958 (tenho documentação é claro e a experiência) pela F.A.O. de desertificação e estamos na “frente” – a IBÉRIA dá continuidade ao N áfrica e todo o Sahel (borda do deserto assim significa) E o deserto do Sahara só tem 7 mil anos pois era “mata de cervídeos e Cedros do Atlas” de que temos alguns exemplares nos jardins de Portugal (se não arderam já) e ainda na Serra de Sintra onde os estudei – todos os Cedrus sp. e todos os Cupressus sp.(aliás estudei 600 espécies de arvores resinosas e algumas folhosas no tempo em que o prof Azevedo Gomes pai e filho (meu professor) ensinava (e foi depois Sec Estado da Florestas – anos 70) e irmão de João Azevedo Gomes tamb´+em grande tenista que fazia “par” com Cohen

  3. Alberto Valetudo says:

    Pá oh pá, nem sei que diga, pá! Tou tão contente, pá! Acho que vou chorar de alegria, pá! Oh, pá! Mas, afinal, quem é que é o gajo, pá? Parece um mitra. O gajo anda agarrado ao cavalo, não? Para nos (des)governar só mesmo gente desta. Como o nosso putativo candidato a PR, o Manuel João, decretava um Ferrari para cada português, com este vamos ter umas doses de cavalo para cada português. Um complemento à velha alienação: futebol, fado, família… e cavalo! Toca a dar na veia.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.