Calma, é só fumaça

Tipología, por Jorge Alaminos, Tlaxcala

Apenas nos últimos dias:

1. Fisco apanha Marques Mendes em venda ilegal de acções

2. Agostinho Branquinho, Secretário de Estado fez lobbying durante dois anos para conseguir abrir hospital privado

3. Empresa que levou a demissão no MAI custou mil euros

Não há aqui um padrão qualquer? Estive tentado a dizer e agora paredão com eles. Mas não. O povo é sereno, o pessoal é de brandos costumes, tudo se há de resolver a bem. Temos de confiar na Justiça, afinal, esta instituição tem funcionado bem e os casos são resolvidos com celeridade.

Calma, isto são penas casos isolados, mais importante é concentrar esforços na destruição do Estado Social, ou melhor, na reforma do Estado, aqui sim, é que está a solução dos nossos problemas. Empobrecer e privatizar em força. Afinal, os portugueses andaram a viver acima das suas possibilidades, então, há que pagar.

[imagem: “Tipología”, por Jorge Alaminos]

Comments


  1. Eles gostam muito de competitividade mas é para os outros, para eles a maminha do estado que dá muito menos trabalho e maiores proveitos.

  2. portela says:

    Boa, MCS.
    Quem não sente não é filho de boa gente. Os economistas tipo cavaco são daqueles que sabem o preço de tudo e o valor de nada. É dos tais que ainda conseguem ser piores do que os meteorologistas a fazerem provisões.


  3. A lista de “missionários” não para de aumentar.Como no meu quintal não tenho luz, só amanhã de manhã posso ver se tenho lá algum. Tudo gente boa, que não se deixa comprar é honesta, não tem em conta os seus interesses pessoais.Brecht em “Perguntas a um homem bom” espiliqa. IMPORTANTE: Não quero mal a ninguém, apenas quero mostrar os meus conhecimentos poéticos.


    • Sim, a lista de “empreendedores” é extensa. Então este Branquinho (que nome tão irónico…) tem um curriculum maravilhoso.

  4. Hugo says:

    Isto só lá vai com penas pesadas de prisão. Infelizmente, o nosso sistema permite que os que cometem os crimes e os que fazem as leis muitas vezes são uma e a mesma pessoa.


    • Mais importante do que a prisão é recuperar todo o dinheiro que esta gente rouba. Repare-se no Isaltino: vai sair da prisão mais rico do que estava. Como não tem despesas e não pode gastar, as contas na Suiça/offshores continuam a render.
      E sim, esse círculo vicioso é assim que funciona.

      • Hugo says:

        Isso não dava grande resultado a não ser que o vigarista fosse obrigado a devolver o que roubou multiplicado por 10 ou 100 (e ainda fosse parar com os costados na cadeia), senão vejamos: o político rouba; se não for apanhado, fica com o que roubou; se for apanhado, devolve o que roubou. Tecnicamente não há castigo, pois na pior das hipóteses ele fica na mesma situação em que estava antes do roubo. O pior é que ainda havia 40% de imbecis que votavam nele nas eleições seguintes, porque “o sr. engenheiro até era boa pessoa, cumprimentava-me sempre e até arranjou um emprego para o meu sobrinho, coitado”.


  5. Pois,pois vê-se o que eles pagam, é só ver o castigo que levou o sr. relvas já está reformado e sem cortes. São todos uma corja
    mas considero que a culpa é nossa porque vote-se ou não são os portugueses que os colocam no poder. Eles chegam ao poder e fazem ao zé povinho o que se vê, já no que diz respeito a vida dos nossos políticos é ver como se governam bem e os cargos que vão ocupar, uns é FMI outros é os bancos que compram os CTT e fico por aqui só não vê quem não quer.
    Não tenho nada, nem sou contra quem tem dinheiro, sou contra quem rouba o País e saí impune.

Trackbacks


  1. […] Exacto, a família. […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.