Mais um amigalhaço do primeiro-ministro

Rogerio Passos

Rogério Gomes é militante do PSD e foi, entre 2003 e 2004, patrão de Passos Coelho na ONG Urbe. Recentemente, o primeiro-ministro delegou em Rogério Gomes a elaboração do programa de governo do PSD para as Legislativas. Até aqui nada de mal até porque Passos sempre foi muito forte no ramo das ONG’s e programas de governo tendem a ser documentos de pouca validade que ninguém lê e muito menos faz cumprir. Escolheu-se o senhor Rogério, poder-se-ia ter escolhido um amigalhaço qualquer.

Claro que este conto de crianças não fica por aqui. Segundo DN, o ex-patrão do primeiro-ministro é também presidente do Instituto do Terrritório, ONG que o próprio criou, que gere em parceria com a sua esposa e que adjudicou, através de ajustes directos com dinheiros públicos, contratos a outras instituições às quais Rogério Gomes esteve ou está ligado. Passos Coelho até esteve lá para apadrinhar o nascimento desta nova ONG, quiçá para, em vez de lançar a primeira pedra, abrir a primeira porta. Ele abre-as todas.

Comments


  1. É disto que vivem os nossos governantes. O povo diz que os políticos querem ir para o poder para nele enriquecerem. A verdade é que querem ser poder para que, estando nele, possam garantir o seu futuro e o da família. Eu até acho que um primeiro-ministro é mal pago para as canseiras que tem. Por isso, impõe-se a pergunta: o que leva um político a mentir para chegar ao poder? Por que querem tanto esse calvário mal pago e que os envelhece e desgasta em 4 anos? Cá está! Passam esse tempo a fazer favores a grupos económicos em jeito de investimento pessoal que, mais tarde, terá o inevitável retorno. Passos e Portas são exímios nessa estratégia. Querem privatizar tudo a eito e nem se preocupam em disfarçar. É tudo à descarada, porque o povo é sereno. O povo? Esse que se lixe, pois dele virá o garantido voto.

  2. Nightwish says:

    Está feito o programa de governo, portanto.

  3. maria celeste ramos says:

    O pais onde é cada vez mais fácil fazer amigos fiéis prá vida – e prós descendentes – mas depois há uns tipo BES que nem de beijo na boca se entendem – foram ao limite e não s’aguentaram

Trackbacks


  1. […] Ontem falei aqui sobre Rogério Gomes, ex-patrão e amigalhaço do primeiro-ministro que, coincidência das coincidências, Pedro Passos Coelho levou consigo para Comissão Política Nacional do PSD em 2010 e que agora está responsável pelo programa eleitoral para as Legislativas deste ano. Já dizia o Freddie Mercury, friends will be friends. […]


  2. […] PSD para delegar a responsabilidade de preparar o programa do PSD para as Legislativas deste ano. O amigalhaço em causa é Rogério Gomes, empresário que, tal como o primeiro-ministro, aparenta possuir uma vasta experiência no campo […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.