Como era Portugal antes da Democracia?

Ando há anos a tentar utilizar excelente série da RTP Portugal, um Retrato Social, de António Barreto e Joana Pontes, nas minhas aulas de História.

Sendo objectivo do trabalho sociológico comparar o Portugal dos anos 60 com o do séc. XXI, recolheram excelentes testemunhos de como era a nossa vida antes de Abril de 1974, servindo tanto de fonte primária como de secundária. Um computador mais rapidinho permitiu-me agora editar esses extractos, numa remontagem um pouco longa e não muito bem organizada, mas sempre melhor que utilizar os dvd’s originais. Espero mais tarde completá-la com pequenos vídeos específicos (por exemplo sobre a emigração).

Aqui fica à disposição dos interessados, que podem igualmente efectuar o seu download directo.

Comments


  1. Não sei que efeito se pretende ao comparar a primeira metade do século XXI com outra metade do século XX com mais de 40 anos de intervalo. Isto é, não sei bem se a mensagem passa sobre os efeitos da democracia ou da falta dela porquanto se Portugal fosse democrático antes do 25 de Abril alguma diferença também teria em relação aos dias de hoje. A comparação que interessa é entre aquele Portugal e outros países comparáveis e que viviam em democracia no mesmo espaço de tempo. A França de hoje é seguramente diferente da França de há 40 anos sem que tivesse havido mudança de regime.

  2. Joaquim Monteiro says:

    O Xico sabe do que fala, o Barreto é uma anedota no assunto.

  3. Xavier says:

    O Xico nao sabe? Olhe, tenho apenas 46 anos mas ainda apanhei os tempos objecto deste documentario. Na rtp ainda me lembro dos avisos sobre a colera. Mudamos tanto. E ainda ha saudosistas desses malfadados tempos…


    • Xavier,
      Também me lembro bem desses tempos (sou mais velho) e não tenho saudades. Tresleu o que disse, e não fiz qualquer juízo de valor sobre o documentário que não vi, mas que presumo de grande importância histórica, como bem me lembrou o João José Cardoso. E o que disse foi que para denunciarmos o mal que era viver naqueles tempos não pode ser só (sublinho o só) por comparação com o que se vive nos dias de hoje, mas comparando com o que se passava noutros países. Porque o mundo e a sociedade não são estáticos. Porque há males daqueles tempos que eram consequência da ditadura mas outros seriam próprios daqueles tempos, com democracia ou sem ela (Na democrática Inglaterra castraram um herói homossexual enquanto que em Portugal, na mesma altura, se assobiava para o ar ou, quando muito, limitavam a uma expulsão da função pública que não do governo).
      Quanto ao surto de cólera dos anos 70, este não foi culpa da ditadura, que até agiu de forma bastante positiva para a debelar e criou a disciplina da engenharia sanitária, mas pôs a nu a forma indigna como a ditadura deixava viver as populações na cintura de Lisboa, pois foi aí que o surto vindo do Norte de África e de Espanha (que não era culpa do regime), mais se fez sentir devido à miséria existente.
      Saiba que também há saudosistas de mundos ridentes que nunca existiram a não ser na boca dos vendedores de banha da cobra.
      Eu não sou homem de saudades, sejam elas quais forem. O que me preocupa são os tempos vindouros!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.