A Primavera Passista

Compro

Como diria Diácono Remédios, “a notícia é uma boa notícia“. E é mesmo. Todo o emprego que alguém quiser criar neste país é sempre bem vindo, excepto nos casos em que se verificar tratar-se das subespécies “exploração” ou “pré-escravatura”. E logo a Concentrix (nunca ouvi falar) ,uma empresa que apesar de não confirmar, o Expresso sabe que tem a Apple entre os seus clientes. Fiquei tão entusiasmado com tudo isto que até coloquei ali em cima o logótipo Compro o Que é Nosso, que é um logo bonito e que me enche de esperança no amanhã em que valorizamos o que é nacional, apesar de não ter grande coisa a ver com esta situação específica. Abençoados os anos de eleições e as Primaveras do optimismo e da ilusão que antecedem Verões de porcos no espeto, concertos de música pimba à borla, canetas, isqueiros e réguas com fartura! Venham daí essas descidas de impostos e os programas para resgatar emigrantes da hecatombe socrática que o desgraçado do Passos herdou. Ah, o triunfo da austeridade em todo o seu esplendor!

O título do Expresso é que é bocadinho manhoso (o que explica em parte a minha deriva marcada pela parvoíce no final do parágrafo anterior): “Multinacionais criam 1200 empregos em centros de serviço“. Dá aquela sensação de sermos salvos por um super-herói. O problema é que a empresa – que até pode ser uma boa empresa, não é isso que está aqui em causa -, tanto quanto me é possível ler na página do Expresso, é a única citada na notícia e afinal são só 500 postos de trabalho, não há qualquer referência aos restantes 700. Se calhar está na edição em papel. Mas o título não deixa de ser manhoso e de induzir a leituras desfasadas da realidade. Ou será que a conversa do crescimento económico desta vez é mesmo para valer? Será agora que Portugal renasce das cinzas do resgate e se afirma como, parafraseando Pedro Passos Coelho, “uma das economias mais competitivas quer na Europa, quer no mundo“? Dá-lhe Primeiro, agora é que é! Cala esses críticos que regurgitam o teu passado de aldrabice e de segregação social das classes mais desfavorecidas. Que se lixem esses comunas, eles e as eleições!

Comments

  1. Rui Silva says:

    Era ótimo que viessem muitas destas para o nosso País, para ajudarem a baixar o nosso desemprego.

    cps

    Rui Silva


  2. Reblogged this on O Retiro do Sossego.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.