A Assembleia da República está em brasa!


O Passos, canhestro e faceiro, atacou. Depois, desabou-lhe o céu em cima da cabeça. Parte do grupo parlamentar do PSD, desagradado e com a sua frágil sensibilidade ofendida, abandonou a sala. A parte restante – posta restante? -, num elegante protesto, pateia e bate com e nas mesas. Assunção Cristas, excitadíssima e em vertigem verbal, defende que o actual governo devia martelar as contas de 2015 e introduz no Parlamento – o progresso não para! – a tecnologia do cartolina-point! Em vão. A direita não atina nem afina. Deve ser por coincidência que, à mesma hora que começava o debate do estado da Nação, os seus aliados na União Europeia iniciavam, em Bruxelas, a conferência de ameaça ao Estado Português ( se bem que, se bem me lembro, o meu avô me avisava, há muitos anos, que desconfiasse das coincidências…).

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s