O silêncio do PS Gaia

img_4092-2

Fotografia: Público

img_4093
Algo bizarro se passa com o Partido Socialista de Gaia, que mantém um silêncio sepulcral sobre a atribuição da Medalha Municipal ao Dr. Marco António Costa.
Não tendo os militantes socialistas gaienses o dever estrito da coragem, pois nenhum mortal o tem, hão-de saber que o silêncio, em certas circunstâncias, é um sintoma perigoso da degeneração democrática, quando o medo fala mais alto do que a voz da consciência.

Irlanda prende três banqueiros responsáveis pela crise de 2008

Notícia da Reuters. Para quando o mesmo em Portugal?

Quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão?

A questão da isenção do IMI no  Património Cultural continua na ordem do dia. Mais uma vez grassa a ignorância, a confusão, e claro, a incompetência. Sobre este assunto da isenção do IMI nos chamados Centros Históricos há que esclarecer o seguinte:

-a Lei dos Benefícios Fiscais não isenta qualquer Centro Histórico de IMI;  a lei determina que o Património Cultural (igrejas, castelos, palácios, casas senhoriais, quintas, centros históricos ) classificado como  Monumento Nacional  (muitos deles propriedade privada) estão isentos de IMI, e o Património Cultural classificado individualmente como de Interesse Público. Quer isto dizer que se porventura há um Centro Histórico que seja classificado como de Interesse Público, os bens situados nesse espaço não estão isentos de IMI, salvo se cada uma das parcelas (casas, terrenos) fosse classificada individualmente.  Pelo contrário, se há algum Centro Histórico que é classificado como Monumento Nacional, todos os bens (casas, terrenos) deverão ser, à face da lei, isentos de IMI; [Read more…]

Segue-se a homenagem às vítimas da Inquisição

Papa homenageia vítimas dos Nazis

Vender rifas para representar Portugal?

Carla-Machado-atletismo

A atleta [Carla Machado] terá de pagar do próprio bolso os “cerca de 3.000 euros” que são necessários para viabilizar a sua participação na mais importante prova internacional de Masters (veteranos), mesmo que o venha a fazer com as cores nacionais.”

Um sapo difícil de engolir

Sapo

Já se passaram quatro dias e nada. Começo a notar algumas semelhanças com o silêncio do Expresso sobre os jornalistas e os políticos avençados pelo saco azul do BES que foram identificados nos célebres e desaparecidos Panama Papers. Houve um tempo em que qualquer crescimentozeco ou redução da dívida pública era celebrado com euforia pelo ministério da propaganda. Agora, que sabemos que o défice baixou quase mil milhões de euros no primeiro semestre de 2016, contrariando expectativas e umas quantas profecias da desgraça, dos histéricos da bancarrota nem um pio. Compreende-se: berrar de boca cheia não deve ser nada fácil.

Imagem via Mente e Corpo

Não tens de os apanhar a todos. Só tens de ajudar um.

Animais de Rua

A campanha certa, no momento certo. Gostou? Visite o site e saiba como entrar neste jogo 🙂

Foto via Marketeer