O presidente mais perigoso da história


DT

A trampa que o Trump diz é tal, Noémia, que um grupo de 50 peritos em segurança nacional do partido Republicano assinou uma carta aberta que afirma que esta aberração será “o presidente mais perigoso da história dos EUA”. E estamos a falar de tipos que trabalharam e elogiaram a forma como George W. Bush filho conduziu a política externa norte-americana. Ignorância, incompetência, carácter instável ou falta de valores são alguns dos motivos que levam este grupo de pessoas, que trabalhou com outras aberrações como Nixon e Bush, a antever a catástrofe Trump. Mas o gajo não é burro: em resposta às críticas, Trump acusa os signatários de serem autores de decisões desastrosas como a invasão do Iraque. E não é que a coisa até tem razão? Com adversários destes…

Comments

  1. Fala mas é antes de quem são os judeus que andam a financiar a campanha de Hillary Clinton:

    http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/08/adivinhem-so-quem-sao-os-maiores.html

  2. Thief says:

    Na minha humilde opinião não acredito que a maioria dos eleitores americanos são assin tão estupidos ao ponto de eleger uma pessoa como o Trump. Vamos ter fé.

  3. Honestamente, acho que o Trump seria um presitente igual a todos os anteriores – politicamente indiferente. Teria o mesmo poder que os anteriores – nenhum.Seria um fantoche como os anteriores, aliás só assim é possível chegar ao mais alto cargo da nação Estado-Unidenha!

  4. Anónimo says:

    Se não escolherem a besta Trump, são obrigados a escolher a outra besta Hillary.

    Fé, Esperança e Caridade.
    Virtudes teologais.
    Virtudes dos condenados, dos explorados, dos escravos.

  5. Há muito que digo que a razão num povo não se manifesta necessariamente por votos e por isso o povo tem sempre razão quando decide eleger alguém.
    O povo alemão também não a teve quando levou Hitler à vitória eleitoral, a fração do povo em torno dos republicanos também não a teve quando maioritariamente se colocou ao lado de Trump (mesmo que várias das alternativas fossem más) e continuo a pensar que se os Americanos elegerem Trump a presidente, isso não é sinónimo de que em democracia o povo quando escolhe sabe o que faz e tem sempre razão.
    Cuidado, não subvertam o raciocínio, sou pela democracia, apenas assumo que mesmo assim esta comporta riscos e pode ser destrutiva em si mesmo.

  6. errata do primeiro parágrafo acima “… e por isso o povo nem tem sempre razão quando decide eleger alguém.”

  7. Afonso Valverde says:

    Sim, o “povo nem sempre tem razão quando decide eleger alguém” porque os fatores que entram na “escolha” são a emoção, a perceção e a fé (!??).
    A escolha com um forte fator racional será um modelo seguido por poucos “populares”.
    Também poucos têm consciência do tipo de escolha que fazem. Parece estarem pouco atentos à interpretação das ideias, sobretudo aquelas que estão implicitas nas palavras e aquelas que estão escondidas atrás da “fachada”.
    A democracia é o regime menos mau. Todavida convinha que o fossemos melhorando, mas não tenho fé que isso venha a acontecer. O poder é uma coisa fodi**… E a mediocridade também.

  8. anónimo says:

    Pois, pois.
    Todos são a favor da Democracia, ninguém é contra a Democracia, todos são democratas.
    O que se discute, é a forma como a democracia é manipulada, para eleger, não a escolha da maioria dos eleitores, mas a escolha da minoria que explora os eleitores, lhes rouba os direitos, a qualidade de vida, o bem comum e o estado.
    O que se discute, é a forma como os eleitores são aldrabados para eleger gatunos, para governar os seus interesses.
    A começar pelo 4º Poder, os media, que são lacaios do Capital, que desinformam os eleitores e os condicionam às soluções do agrado do Capital.
    Passando pelos partidos do “arco da governação” que são igualmente lacaios do Capital, absolutamente corruptos, escolas de criminosos, autenticas associações de gatunos.
    Passando pela Lei que não pune os políticos e os partidos manifestamente corruptos, aldrabões, irresponsáveis, e autores da gestão danosa que consome os bens do Estado até à banca rota, e ao endividamento insustentável ao mesmo Capital.
    Tudo isto é a negação da Democracia.

  9. Afonso Valverde says:

    Sim, ser democrate é reconhecer a “opinião” do outro como potencialemte tão válida como a nossa e a capacidade de poder participar em “algo” da governação.
    A manipulação é um “expediente” que enviesa tudo. A forma de a ultrapassar é estudar, estar atento analisar e escolher de preferência com mais racionalidade.
    Já não voto há muito tempo nos tais do “arco da governação” a que chamo sucurssal da loja da viúva.
    Considero-me social democrata, mas não voto nos partidos que argumentam posicionar-se nessa linha, porque isso mesmo, têm manipulado e desvirtuado esses princípios. Tenho votado CDU porque conscientemente acho que são mais nacionalistas e mais coerentes, embora reconheça que tenho sempre a decisão do meu lado. Espero poder votar em verdadeiros partidos sociais-democratas desde que não estejam tomados pela “viúva” ou bilderberges ou trilaterais.
    Não tenho a pretenção de que tudo ficaria bem só com a social-demcracia. apenas gostaria de ver a Nossa Terra povoada por gente mais culta (sábia), mais disciplinada, mais responsável nas decisões, enfim, cidadãos com mérito.

    • anónimo says:

      Perdão, ser democrata não é “reconhecer a “opinião” do outro como potencialmente tão válida como a nossa”.
      Como é evidente, a opinião dos gatunos da extrema direita, não pode ser potencialmente válida, porque é a negação da democracia, é injusta, é desumana, e resulta num grande prejuízo para a maioria dos portugueses como se tem visto.
      Na verdade, ser democrata quer dizer respeitar a decisão da maioria.

      de·mo·cra·ci·a
      (grego demokratía, -as, governo do povo)
      1. Governo em que o povo exerce a soberania, directa ou indirectamente.
      2. Partido democrático.
      3. O povo (em oposição a aristocracia).

  10. ZE LOPES says:

    O Trump é muita bom! E a Primeira Trampp Dama é ainda melhor! Só estou à espera que o Silva & Silveira Gang ( e a Maria Cassilda, naturalmente…), sempre insurgentemente aqui presentes, venham dizer que é a “esquerda” que é a “mentora” do Trump!

    Ai Silveira, Silva, Silveira, Cassilda, Silveira, Silveira, Silva…

    Cumps…

    ZE LOPES

    • Martinhopm says:

      Todos têm sido perigosos, uns mais perigosos do que outros. Recordam-se do Harry Truman e das duas bombas atómicas? E do Bush filho e também do pai? E do Nixon? E do cow-boy? Só para referir os mais recentes. Assim como assim, se votasse, preferia eleger a dama Trump!.

  11. ZE LOPES says:

    O Trump é muita bom! E a Primeira Tramp Dama é ainda melhor! Só estou à espera que o Silva & Silveira Gang ( e a Maria Cassilda, naturalmente…), sempre insurgentemente aqui
    presentes, venham dizer que é a “esquerda” que é a “mentora” do Trump!

    Ai Silveira, Silva, Silveira, Cassilda, Silveira, Silveira, Silva…

    Cumps…

    ZE LOPES

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s