O Brasil e a direita portuguesa


O óbvio passou a ter prova. Apanhado no esquema dos subornos, constata-se que o presidente Temer e respectivo séquito é, pelo menos, tão corrupto como o poder deposto pelo golpe do impeachment. Com a particularidade de Dilma, ao que se sabe neste momento, não estar a contas com a justiça.

Durante o período que culminou com a destituição de Dilma, a bloga nacional de direita vibrou com o clima brasileiro. Um chavão recorrente incidiu no suposto facciosismo da esquerda portuguesa, ligada afectivamente ao PT e, portanto, incapaz de autocrítica.

Foi, portanto, com particular satisfação que registei a forma implacável como esses bloggers se atiraram a Temer e restante turma. Reconheceram o traste que o homem é, um corrupto e oportunista que deu o golpe graças à Globo, que estava ao seu serviço. Grandeza também é isto, reconhecer o erro!

Muito bem, não seria? É que não foi. Encontrei zero referências ao momento que se vive no Brasil. Nicles. Népias. Niente. Null. Um valente nada.

É o que acontece a quem se arma de grande guardião da moral. Mais cedo ou mais tarde,  é apanhado na curva.

Comments

  1. Lu Pisarro says:

    Se informe melhor.
    Já se sabe que foi uma trapaça.
    Segundo o Jornal Folha de São Paulo de ontem (que tem tendências esquerdistas) houve mais de 50 cortes no áudio vazado.
    Portanto… Mais uma o pt e a esquerda perde feio.

    • Rui Naldinho says:

      O Jornal Folha de S. Paulo com “tendências esquerdistas”!?
      Só se for uma edição em árabe tradicional (abjad), lido da direita para a esquerda.

      • Lu Pisarro says:

        Percebe-se que não sabes de nada.

        • Nascimento says:

          Percebe-se que tu sabe-la Toda ,Marilu😋 !
          Se aquele tipo é o Teu Presidente ….deita-te com ele,e bons sonhos.Lol.

          • Lu Pisarro says:

            És chulo !
            Deves ser uma aberração genética.
            Não vou perder meu tempo em responder homens como tu que não valem nada.

          • Nascimento says:

            Para putas finas Marilus é sempre en Marche!

          • Lu Pisarro says:

            És tão ignorante que presumes que me chamo Marilu.
            Como tem homem imbecil aqui.
            Sinto pelas mulheres portuguesas…

      • José Fontes says:

        Rui:
        Ainda não percebeu que, para os cromos da Extrema-direita, sejam portugueses ou brasileiros, tudo o que ficar à sua Esquerda é Extrema-esquerda?

  2. ganda nóia says:

    pisarro, meta mais tabaco nisso, sim? embora reconheça que vc tem o direito de comer a palha que quer.

    quanto à bloga de direita da tugalândia, o costume. aliás, é o mesmo que fazem quando o partido do portas e do nuncio ajuda os venezuelanos a fugir aos impostos.

    nestes dias, a escribaria de blogues de merda como o insurgente ou o outro fica sempre sem net.

  3. JgMenos says:

    A corrupção de direita tem sempre uma nota menos escabrosa: não é gente que se arme em desinteressados paladinos dos coitadinhos deste mundo e arredores.
    Mas que os metam na choldra à mesma que corrupto no serviço público, não só pelo que rouba como pelo que estraga, é praga do pior.

    • Paulo Marques says:

      Tem razão, são só paladinos do modelo económico que lhes permite meter tudo ao bolso e fugir aos impostos com esquemas. Gente respeitável.

    • Ricardo Almeida says:

      Por essa lógica acabou de passar um atestado de burrice a todos os votantes de direita portuguesa, onde se inclui a si também ao que parece.
      Nesse aspecto concordo: comparada com a falsa-esquerda (ou esquerda-caviar como lhe chamam agora), a direita diz ao que vêm. Quando Portas e Passos se associaram em 2011 ou voltaram à carga com o PàF em 2015, não havia um único português, à esquerda e à direita, que duvidasse que dali só iria sair merda e dinheiro a rodos.
      Ao menos quem votou no Sócrates pôde sentir-se enganado. Ele até começou bem e havia um programa específico em curso, mas demasiado tempo em torno do Cavaco
      e Soares só podia dar porcaria e ter ido visitar o Freeport não ajudou.
      Quem votou PàF ou no Cavaco das duas uma: ou sofre de qualquer défice cognitivo, dislexia muito grave ou gosta de ser roubado e humilhado.
      Ao fim ao cabo, a direita e pseudo-esquerda brasileira são iguais e se calhar por isso é que o Temer teve que fazer um golpinho daqueles pois nunca conseguiu reunir mais de 2% de votos. Se pensarmos quem mesmo com o auto-exílio do Durão e as mil e uma aventuras de Pedro I no Parlamento, o PSD ainda lá arrecadou mais de 25% dos votos, então claramente que o Brasil está bem à frente de Portugal nesse sentido. A única coisa em que a direita brasileira é melhor que a portuguesa é no número de golpes inconstitucionais.

    • José Peralta says:

      Ó “menos” !

      Estou de “acordo” contigo, mas não precisas ficar preocupado ! Porque “preocupado” fico eu…

      E “estou de acordo” nisto : “Mas que os metam na choldra à mesma que corrupto no serviço público, (e NÃO SÓ, digo eu !)não só pelo que rouba como pelo que estraga, é praga do pior”.

      Mas achei muita graça (estás a ver como me divertes ?) tu dizeres que a corrupção de direita é “menos escabrosa”, portanto de “qualidade superior” ! Uns gajos porreiros, que fogem ao fisco, mandam as fortunas corruptas para paraísos fiscais mas, pelo menos, têm o “mérito” de se estarem cagando para os coitadinhos deste mundo e arredores !

      (E fazem muito bem ! “Superioridade” é “superioridade” ! E o “povão” que se f…amanhe !)

      Estarás já tu a preparares uma “auto-defesa”, para quando chegar a tua vez, ó “menos” ?

      Ou “a defesa” dos teus donos ?

  4. Paulo Só says:

    A imprensa portuguesa não se interessa pelo Brasil. O desconhecimento é total. Aliás como a maioria dos portugueses, que têm preconceito contra os brasileiros. Mais do que preconceito: despeito. É claro que as “amostras” que os brasileiros nos enviam para cá (refiro-me a turistas e reformados ricos) muitas vezes só pioram a imagem dos nossos “irmãos”. O Brasil é um grande país, muito desenvolvido em algumas regiões e certos aspectos, e completamente subdesenvolvido em outros. O grande problema no entanto é apenas um: desigualdade de rendimento. Enquanto não resolverem esse problema, herdado da escravidão, aquilo não vai para a frente. O PT tentou, conseguiu melhorar muita coisa (ver os índices da OMS, FAO, Unesco), índices que vão cair agora de novo e recolocar o Brasil próximo do Haiti como antes. Mas o PT falhou em muitas outras. A primeira das quais foi não encarar uma reforma política, decidir comprar maiorias com corrupção, generalizando a corrupção que já era forte no país. Também não criou instrumentos para verdadeiramente combater a corrupção como controle dos bancos e pagamentos em líquido etc. Hoje combatem a corrupção com juízes que ganham entre 100 a 200 mil reais (e ficam com uma percentagem dos fundos que conseguem reaver para o Estado, o que é realmente o cúmulo!) num país onde o salário mínimo é mais ou menos mil reais. E o sistema da “delação premiada”: o juiz “ameaça” um sujeito com 30 anos de cadeia e dá desconto se esse gajo delatar outros. Claro que delata até a mãe. Vai demorar muito tempo até o Brasil se desenvolver, pois claro que o sistema atual interessa à minoria de privilegiados que sempre viveu à custa dos miseráveis. Mas vai ficando mais difícil, se a democracia prevalecer. Têm de inventar novos meios de controle, como eleições indirectas, destruir o sistema de cotas para negros nas universidades, de reservas para índios, privatização do sistema único de saúde, destruição das garantias trabalhistas… tudo aquilo a que estamos a assistir agora. Então muitos brasileiros com dinheiro vêm se refugiar nos países onde essas garantias foram conquistadas por séculos de lutas populares. Aqui eles aceitam as vantagens, lá eles querem as vantagens só para eles.

    • Lu Pisarro says:

      Por acaso a imprensa brasileira se interessa por Portugal ?
      O desconhecimento também é total.
      Concordo (em parte) com a tua afirmação que a maioria dos portugueses, têm preconceito contra os brasileiros. Mais do que preconceito: despeito.
      Sou filha de papai português e morei em Portugal por mais de 3 anos.
      Como tal depois do Brasil amo Portugal como minha segunda pátria.
      Fui muito bem tratada por alguns e por outros nem tanto, mas no geral gostei dos portugueses e me senti a vontade lá.

      • Nascimento says:

        Pois eu brasileiros por essa europa só assisti foi a snobeira de merda.Falar?Só em “inglês “ou “francês” viu? Mas, assim que chegam ao burgo toca de serem uns cínicos cheios de sorrisinhos merdosos e ” amooorrre” pelos poros,e, ai sim , falam português!!Despeito?
        Vá,vai ter com “papai” e manda cumprimentos ao teu presidente!viu “querrida”😝?

  5. JgMenos says:

    O problema maior com a esquerda é ser estúpida.
    Desenha planos para realidades virtuais que constrói, e quando não funcionam diz que a culpa é da direita e solta a má-língua que é o seu maior talento.

    • José Fontes says:

      Ó olharapo JgMenos:
      Tu, com os teus comentários, mostras bem a inteligência da Direita (melhor, de uma significativa parte da Direita, nem todos são como tu e os teus iguais).
      Sobre as realidades que a Direita desenha, de facto, não são virtuais, são bem reais, os nossos bolsos que o digam.
      Em vez das migalhas que tu criticas no RSI e outros que tais, a tua Direita só trata de milhares de milhões.
      Não gosta de migalhas.
      Essa é a grande diferença.

    • Paulo Só says:

      O problema da internet são pessoas como Senhor, meros provocadores.. Não há nenhum tema que não possa ser discutido entre pessoas civilizadas, mesmo discordantes, infelizmente aqueles que só sabem insultar tornam isso impossível em sites como este. Se o Senhor é mesmo, como dizem, o colunista do Observador, por que não resume a sua intervenção a esse site, e vem perturbar as pessoas que querem pensar e partilhar comentários? É pago para isso? Quanto? Se lançarmos uma cotização poderia se comprometer a não nos incomodar mais?

      • JgMenos says:

        As suas interrogações são demonstrativas do intelecto da esquerda.
        O que não lhes agrada nunca é opinião, é sempre qualquer coisa de sórdido.

        • Paulo Só says:

          A sua opinião já todos conhecemos se é por isso que intervem, é escusado. A mim interessa-me ir além da opinião. Ou mudar de opinião como já me aconteceu muitas vezes na vida. Mas para isso é preciso que haja um minimo de educação, de abertura e de conhecimentos. A doxa em si é pouca coisa, como diria o grande Sócrates, o grego!

        • José Peralta says:

          Ó “mendes” !

          Pela minha parte, não te preocupes com o meu intelecto !

          Mas se consideras a sordidez, a abjecção do que aqui escreves, “opinião”…ó “mendes” !

          Não deves nada à inteligência ! Mas por mim, estás à vontade…

    • Lu Pisarro says:

      Estúpida e ladra !
      Nunca um partido roubou tanto e  de forma absurdamente declarada como este partidinho que nos (des)governou por 13 anos.
      Chegamos ao fundo do poço e aos poucos estamos retomando as rédeas deste grande e bonito país.
      Cidades onde o pt governou deixou estragos e rombos que vão levar anos para voltarem ao patamar anterior.
      Moro aqui e sei do que estou falando.
      O pt enganou quem acreditou na sua mentirosa ideologia. Muitos se viraram contra depois de perceber sua grande mentira.
      Esquerda nunca mais !!!!

      • Paulo Só says:

        O Brasil foi governado pelo menos 200 anos à direita. E já estou excluindo a época do Brasil colónia. Acha que realmente a culpa de tudo o que está errado no Brasil é dos 13 anos no poder do PT? A miséria, a fome, as doenças, a falta de instrução, a criminalidade: tudo isso apareceu nesses 13 anos e é culpa do PT? Talvez seja bom estudar um pouco a história do Brasil. Estou certo que pelo menos teria uma opinião mais fundamentada. É legítimo ser de direita, mas é preciso saber argumentar.

        • Lu Pisarro says:

          Se morasses aqui e tivesses mais informado saberias da absurda administração petista.
          Em 13 anos de governo este partidinho que admira Maduro, Fidel e outros malucos quase acabou com o Brasil.
          São 14 milhões de desempregados.
          Chegamos no fundo do poço e agora estamos começando a nós reerguer.
          O Presidente Temer ou outro que porventura entre não fará milagres.
          Em 13 anos de governo do molusco bêbado ou da anta Dilma, só morando aqui para ver “in loco” os malefícios que causaram ao país.
          Assim como não opino sobre o teu país por não saber direito a situação (já que não moro aí) deverias fazer o mesmo.
          Aliás, apesar de ser um pouco portuguesa já que o meu papai era português (do encantador Porto) percebo a quantidade de homens portugueses ogros e grosseiros aqui no Aventar, confirmando assim a má fama dos homens portugueses, que em geral são rudes, grosseiros e chulos.

          • Paulo Só says:

            Para começar agradeceria que não me tratasse por tu, já que não me conhece de lugar algum. Depois gostaria que me apontasse onde a destratei para merecer os epítetos com que me presenteia. Como sabe também onde moro ou morei? Vamos discutir questões, e não pessoas, por favor. Quanto à substância da questão eu aguardo as estatísticas da OMS, UNICEF e OIT para julgar os resultados do golpe. Boa sorte com o seu Presidente Temer, senador Aécio e demais políticos impolutos. Por minha parte acho uma perda de tempo tentar conversar nesses termos,e tiro daí as devidas consequências.

      • Nascimento says:

        O que tua adoras é as ” rédeas”…ui, se adoras. Aliás sempre te sentis-te benzinho com as ” rédeas” que uma minoria SEMPRE teve E TEM,.Sempre. Sabes porquê ?Eu explico-te. É uma questão de sobreviência. Medo. Percebes?Gente que só tem é merda nos cornos mas que se julga acima dos Seus por ter dinheiro , e, sim, ROUBADO! Gente que pensa que o Brasil são Eles.
        É por isso que gente como tu, minha “gostosa”, minha snobe de merda, não presta mesmo! Viu?Vá ,toca a sambar prò papai.

    • Nascimento says:

      Estupidez deves de encontrar em tua casa😋.Não é filho? Vai lá lamber o prato…busca.

  6. Nestes processos não deixa de impressionar o elevado profissionalismo das autoridades brasileiras, equivalentes ao MP português, que procedem a estas investigações, constituídas por gente muito jovem e competente.
    Não deixa também de impressionar a actuação do juiz Moro, pela sensatez e justiça das suas decisões, a mandar de forma fundamentada alguns dos mais importantes políticos para a penitenciária, por corrupção.
    Penso que se em Portugal existissem estas competências de investigação, e a imprescindível Delação Premiada, aqui teríamos, proporcionalmente, muito mais gente na cadeia que no Brasil.
    Quanto à Globo, pelo menos naquilo que vejo na Globo News, considero que Temer está ser desancado da mesma forma que Lula.
    No meio de todo este processo, tenho de me congratular pelo facto do povo brasileiro poder acreditar na instituição Justiça, neste processo de ataque à corrupção.
    Infelizmente não posso dizer o mesmo do meu país quanto à Justiça…talvez a imposição da “Delação Premiada” no combate à corrupção pudesse ajudar um pouco.

    • Paulo Só says:

      Ainda hoje na TSF o novo bastonário da Ordem dos Advogados se pronunciou contra a delação premiada, tal como é usada no Brasil. Não se pode “ameaçar” alguém de 20 ou 30 anos de cadeia propondo simultaneamente a delação como forma de escapar à pena. E muito menos condenar alguém apenas com base nos resultados dessa delação. Quanto á Globo, basta ler o jornal para ver qual a “imparcialidade” desse grupo. Folha de São Paulo, Estado e Veja, que não têm TV, e portanto são mais dependente da publicidade oficial, estão logicamente a poupar o Temer. Não queira comparar também a corrupção existente em Portugal com o que acontece no Brasil. É outra dimensão, como a miséria existente em Portugal muito menor do que a que viceja no Brasil. Gostaria de saber também o que pensa do fato de os juízes brasileiros ganharem 100, 200 mil reais por mês, e do fato de empresas privadas como JBS e Odebrecht serem os principais corruptores ativos, e assim mesmo não serem desapropriadas.

      • Lu Pisarro says:

        “Tudo é proporcional ao tamanho…”

      • JgMenos says:

        Você acredita que a delação faz prova ou subitamente perdeu a vontade de aprender?

      • JgMenos says:

        Você acha que uma empresa que só tem trabalho se pagar luvas a políticos é um corruptor activo?
        Ou será uma vítima de extorsão?
        É Só conversa ou quer mesmo aprender alguma coisa?

        • Paulo Só says:

          Estou disposto a aprender tudo o que me desejarem ensinar, se possível sem o tom agressivo que não tem virtudes pedagógicas, e não me parece digno de um doutorado da London School of Economics, instituição que me inspira o maior respeito. No que respeita a delação me limitei a citar a afirmação do novo Bastonário da Ordem dos Advogados, que pode ser ouvida em podcast no site da TSF. Quanto às empresas, a ser verdade o que diz parece-me bastante complicado. Por que então umas seriam corruptores e outras não? Por que distinguir nesse aspecto a Petrobras, da JSF ou Odebrecht?

          • José Fontes says:

            Caro Paulo Só:
            O olharapo JgMenos (isto é, o Físico, agora rendido à consultadoria financeira da economia de casino) doutorado pela London School of Economics?
            Onde é que foi buscar esta ideia bizarra?

          • Paulo Só says:

            Li algures que ele seria o João Marques de Almeida do Observador, ou confundi? Nada é impossível. Vou no entanto me retirar desta discussão que se transformou num circo de feira. Esta coisa da internet é meio cansativa, acho que é para gente com uma paciência que não tenho mais….

          • Nascimento says:

            Só por ser “douturado” na Londonqualquercoisa
            um tipo pode ser um um ” bom ” merdoso…lindo!O que faz o preconceito caviar😁!Ai a educação é tão bonita 😝…pode- se ser um grande filo da p. mas o que importa ?Desde que bem ” educado”!Ui….

          • José Fontes says:

            Caro Paulo Só:
            De facto, não vale muito a pena alimentar esta novela.
            Nem dar demasiada trela a este canídeo Menos.
            Trata-se de um provocador da Direita, de seu nome João Pires da Cruz, que se diz doutorado em Física pela Universidade de Lisboa e co-fundador da Partner at Closer, Lda, dedicando-se a aconselhamento financeiro para os grandes protagonistas da actual economia de casino em que vivemos.
            Vigia o blogue Ladrões de Bicicletas, com o nickname José, e vigia, desde algum tempo, o Aventar: aqui é JgMenos.
            Em tempos vigiou o extinto Arrastão, lá era, ao mesmo tempo, JgMenos (ex-emigrante em França e simpatizante da Front National) e também era Tonibler (um desbragado provocador que todos ofendia.
            Colabora no Observador, com artigos delirantes como este:
            Mas quem haveria de pagar?
            http://observador.pt/opiniao/mas-quem-haveria-de-pagar/

      • Caro amigo Paulo: ficará mais confortado se eu em vez de usar o termo de “Delação Premiada” utilizar o termo “Colaborar com a Justiça”?
        Tanto quanto sei os juízes tomam em conta essa colaboração na elaboração da pena.
        O que eu defendo é que essa colaboração seja premiada de forma mais substancial, em casos como o crime económico e a corrupção, crimes esses que levados ao extremo, como no Brasil e Portugal, condenam as populações ao desemprego, (na PT fala-se no despedimento de 3.000 trabalhadores), à emigração, à fome … pondo em causa a própria democracia.
        (No Brasil não faltam vozes a clamar pelo intervencionismo militar).
        Quanto às afirmações do bastonário da OA, esse defende a casta dos grandes escritórios que são os que mais ganham a defender estes casos de corrupção, com as variantes do trafico de influências, gestão danosa, etc.
        Aliás, os maiores “facilitadores” dessas manobras são advogados que fazem as leis na AR para proteger os grandes corruptos.
        Não estranhe, meu amigo, de ver em breve nas Tvs debates sobre esse tema onde irão pontificar os Judices e seus iguais, a clamar pela defesa do “estado de direito”, “estado” esse que ainda não conseguiu prender um único corrupto de alto gabarito, ao contrário do Brasil.
        Quanto à corrupção ser maior no Brasil que no nosso país a resposta já lhe foi dada pelo Lu Pisarro: “Tudo é proporcional ao tamanho…”
        Desculpe lá o tamanho do post mas o meu poder de síntese anda um pouco em baixo.

        • JgMenos says:

          Os resultados são a medida exacta da valia dos meios.

          • Paulo Só says:

            Filosofia perigosa, que se ouvia e ainda se ouve lá para os lados do leste… os fins e os meios. Por vezes os meios se transformam em fins. Como no caso dos que bebem demais para se alegrar e acabam morrendo de tanto beber.

          • JgMenos says:

            Não há filosofia alguma na avaliação de resultados.

            Mas nas conversas enviesadas que por aqui são norma, o seu comentário tem todo o cabimento.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s