Como o governo chinês fabrica conteúdos nas redes sociais para distração estratégica


We estimate that the government fabricates and posts about 448 million social media comments a year. In contrast to prior claims, we show that the Chinese regime’s strategy is to avoid arguing with skeptics of the party and the government, and to not even discuss controversial issues. We show that the goal of this massive secretive operation is instead to distract the public and change the subject, as most of the these posts involve cheerleading for China, the revolutionary history of the Communist Party, or other symbols of the regime. We discuss how these results fit with what is known about the Chinese censorship program, and suggest how they may change our broader theoretical understanding of “common knowledge” and information control in authoritarian regimes. [PDF do trabalho de investigação]

A estratégia não é discutir com os descrentes do regime ou abordar os assuntos que sejam polémicos, mas, isso sim, arranjar assuntos alternativos, para inundar o espaço comunicacional.

É um recentramento do focus mediático, usando uns meros 2 milhões de chineses, numa espécie de abrantização e mariadaluzização em ponto grande, a publicarem hinos de glória, em vez de gráficos coloridos.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Qual é o estado que não o faz hoje em dia?

  2. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Com toda a honestidade caro J, Manuel Cordeiro preocupam-me muitíssimo mais as “…abrantizações e mariadaluzizações” que vejo em Portugal onde factos realmente muito graves para a nossa dimensão tais como o caso da Banca Nacional e a “espongização” que fazem às finanças do povo para pagar dívidas ao FMI e proteger bandidos ou, se quiser, o encobrimento que fazem a criminosos que não pagam impostos.
    O tema China é um assunto americano – verá com o tempo – e nós não temos dimensão para nos preocuparmos com isso. O regime chinês não é nada do ponto de vista ideológico, mas interessa ao tio Sam. Portanto, não percamos tempo.

  3. “…arranjar assuntos alternativos, para inundar o espaço comunicacional.“! RTP, SIC, TVI et cetera!

    Resumindo: Há que ir distraindo a MANADA de escravos boçais, por forma a que eles não tenham TEMPO para PENSAR e CONTEMPLAR a bela organização que os escraviza!

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s