Não consigo imaginar porquê

DT

via Expresso

Comments

  1. joão lopes says:

    Os adiantados mentais norte americanos brancos a viverem em roulotes na zona de Detroit tiverem o bom senso de passarem a vida a ver televisão pessima ,provando que ver TV faz mesmo mal á moleirinha.E viva a Sic(eh,eh,eh)…P.S-joão mendes,nunca mais escreva sobre futebol(nomeadamente,um certo clube Passivo)senão ainda leva o Aventar á falencia.


  2. São detalhes, eu sei ou julgo saber, mas sempre tive grande dificuldade em identificar líder com dirigente – são os calos obtidos ao longo da vida. Para líder, reservo a capacidade – qual dom – que alguém possui de agregar à sua volta muitas pessoas, detendo a capacidade de influenciar e orientar as suas opiniões e acções – para o bem e para o mal, entenda-se. Para dirigente, reservo a circunstância pela qual alguém se consegue guindar a determinada posição ou cargo. Como tal, Trump, por certas circunstâncias, pode ser dirigente dos EUA, mas nunca será um líder da sua gente e, muito menos, de outras nações. E, mesmo tendo à sua volta muita gente, pela sua natureza, para além de uns poucos bajuladores, a maioria apenas lhe reserva desprezo e rancor – por uns poucos será bajulado, pela maioria será desprezado. Finalmente, um líder é seguido pela razão, e pela paixão que as pessoas lhe devotam; um dirigente é seguido por razões institucionais e legais. Razão pela qual são os dirigentes, sem capacidade de liderança, que arrastam os países ou as instituições que comandam para o descrédito. Tal como agora acontece com Trump e, infelizmente, com os EUA.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.