Brasil: licença para matar

brasil_negros_justica.jpg

[Gil Sotero]

A licença para matar negros foi dada desde a criação deste país. Os assassinos estão em vários monumentos espalhados pelo país. Cheios de honrarias e sangue. Na prática, a pena de morte já existe para o povo preto brasileiro e aqueles que ousam reivindicar justiça e liberdade, de Dandara a Marielle, são eliminados. Ser preto no Brasil é um perigo mortal. Na foto os cinco garotos metralhados no carro enquanto comemoravam o primeiro salário de um deles. MariellePresente

Comments

  1. atento às cenas says:

    “A licença para matar negros foi dada desde a criação deste país”
    embora eu ache que essa “licença” já existia
    antes, concordo que seja mais cómodo acabar culpando o portugas pelas misérias
    brasileiras

  2. Antonio Medeiros says:

    Minha forma de pensar é um pouco diferente. No Brasil a grande maioria negra é muito pobre mas a injustiça não é somente para os negros. Durante o governo do Fernando Henrique do PSDB, o ideal para os neoliberalistas houve um massacre em Corumbiara, no estado do Pará por haver uma disputa de terras ,e os disputantes da terra avançaram sobre os policiais que dispararam e os mataram.Ora passados alguns anos a Justiça culpou o comandante da Polícia.Acredito que a Polícia agiu certo infelizmente por não haver outra solução de imediato. Porém a situação destes “posseiros” devia ser conhecida pelo Ministro da Reforma Agrária que era o Raul Jungman que deveria ter tomado providências para o pior, no entanto ele superfaturava as fazendas para a compra pelo governo para cessão aos “posseiro” chegando a ser afastado das funções por isto.Agora ele está de novo neste governo, não poderia faltar. Pode-se esperar o que desta figura? A solução de intervenção militar com estes antecedentes não inspira confiança. Muitos pobres não tem nenhum representante para os defender em questões fundamentais e só podemos esperar mais corrupção e lucros particulares nestas acções. Sinto muito.

  3. Bento Caeiro says:

    Se porventura existe algum racismo, o que é determinante é a discriminação pelo estatuto e a situação social dos intervenientes. No fundo, é uma questão de poder, de afirmação do mesmo, por via das classes mais abastadas, sobre grande parte parte da população – onde estão, por acaso da história e do desenvolvimento, a maioria dos negros.
    Como tal veja-se, também a situação do índio brasileiro e dos sem-terra. São todos colocados ao mesmo nível e tratados como tal. O verdadeiro problema está numa sociedade de extremos, onde num estão os mais ricos e poderosos, que detêm e exercem o poder servindo-se de todos os meios ao seu dispor – justiça, polícias e exército -, do outro, uma imensidão de gente, onde estão a maioria dos negros, os índios e a maioria da população rural.
    Que fazer, quando mesmo aqueles que em dado momento se apresentam como seus defensores – caso do PT do Polvo (perdão) Lula e o seu bando – mais não fizeram que agravar, pelos seus comportamentos e pela corrupção, a situação de todos estes; levando ao reforço dos outros?
    Também, como a vereadora Marielle Franco bem viu – estava lá e via e ouvia, com olhos de ver e ouvidos de ouvir – a ocupação das favelas do Rio, mais do que acção contra a bandidagem – que tem meios e rapidamente se põe em fuga – trata-se de intimidação contra a população que lá reside, como se comprova pelos ataques de que são alvo aqueles que lá residem e contra aqueles que se atrevem a denunciar a situação – como foi o caso da vereadora.

    • JgMenos says:

      «No fundo, é uma questão de poder, de afirmação do mesmo, por via das classes mais abastadas…» – que profundidade de pensamento! Haveriam de prescindir de se defenderem do banditismo?

      «…mais do que acção contra a bandidagem…» – não percebes nada do assunto.

      • Bento Caeiro says:

        Menos, sempre é mais que coisa nenhuma.
        Pensarás ó Menos que quem domina o Brasil está interessado em pôr cobro ao banditismo?
        Se é isso que pensas, então andas mesmo a navegar e arriscas-te a ser coisa nenhuma.
        Aliás, a denúncia da vereadora e a acção das forças policiais contra ela confirmam mesmo que tudo não passa de uma forma de exercício de terror sobre a população, mormente a mais desprotegida – como é o caso dos negros, aqui, e dos índios massacrados pelos fazendeiros, na Amazónia, para se apoderarem dos seus territórios.

  4. Paulo Marques says:

    Podiam ter financiado e apoiado judicialmente um grupo de adeptos de futebol, assim passava a ser apenas uma questão futebolística da qual podia gozar no parlamento.
    Não aprendem nada connosco, estes brasileiros.

  5. JgMenos says:

    A corrupção é o factor determinante da miséria moral na sociedade brasileira.
    O banditismo endémico é equiparável ao terrorismo nos métodos de acção e no condicionamento de largas franjas da população.

    Sem resolver a primeira questão nunca se resolverá a segunda.

    • Bento Caeiro says:

      Afinal Menos, quando te esforças até consegues pensar.
      Quais julgas que são, então, as melhores condições para o livre exercício da corrupção? Precisamente a que é proporcionada pela actual situação do Brasil, na qual as pessoas estarão predisposta a aceitar tudo em nome da sua segurança.

      • JgMenos says:

        O Lula vai dentro?
        Temos forte melhoria, haverá crise na corrupção.

        • Paulo Marques says:

          Porque é que a prisão de uma das pessoas menos relevantes para o assunto é “uma forte melhoria”, principalmente quando estão agora no poder muitas mais dessas pessoas do que dantes?
          Ou corrupção é só quando não se entrega o petróleo de graça aos estrangeiros? Já se percebe o fascínio com a Venezuela…

    • ZE LOPES says:

      “A corrupção é o factor determinante da miséria moral na sociedade brasileira”. Brilhante! Pode mandar gravar em pedra-mármore e por em cima da mesinha de cabeceira.

      Por favor aceite mais algumas sugestões para colocar ao lado:

      a) “A falta de chuva é o factor determinante da seca na sociedade brasileira”.

      b)”A falta de dinheiro é o factor determinante da pobreza na sociedade brasileira”.

      c) “A falta de alegria é o factor determinante da tristeza na sociedade brasileira”.

      d)”A falta de saúde é o factor determinante da morte por doença na sociedade brasileira”.

      e)”A ausência de sol é o factor determinante da noite na sociedade brasileira”.

      .

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.