Pulhas Analytica

F.jpg

Robert Mercer, proprietário da Cambridge Analytica, é um dos homens mais ricos do mundo. E como grande parte dos bilionários norte-americanos, Mercer é um batoteiro, que pratica o tipo de batota que a grunharia liberal-fascista venera, porque a grunharia liberal-fascista vive precisamente da batota, seja manipulando os mercados e a economia através dos seus fundos abutres, seja através da evasão fiscal em massa, seja com recurso à injecção de milhões de dinheiro sujo para distorcer a percepção pública sobre os mais variados temas. Uma cambada de parasitas e filhos da puta. O mundo estaria infinitamente melhor sem eles.

Mas Robert Mercer não se contenta com a condição de parasita filho da puta liberal-fascista. Não, Robert Mercer integra o lote daqueles que precisam do sofrimento alheio e da instigação generalizada do medo para ser feliz, seja lá o que isso signifique para ele. Só isso explica o facto de ser racista, xenófobo e adepto da violência. Só isso explica que seja um dos grandes patrocinadores das candidaturas presidenciais mais radicais nos EUA. Só isso explica que seja um dos mecenas de referência de projecto de extrema-direita como o Breitbart News, onde Trump foi buscar, reza a lenda que por indicação de Mercer, o fascista Steve Bannon, para seu braço direito. Enquanto durou.

Como a agenda liberal-fascista não é uma agenda popular ou fácil de implementar, na medida em que a esmagadora maioria da humanidade, por muito alheada que esteja, não está muito interessada em viver num mundo onde uma pequena elite de pulhas tudo domina e remete os restantes para indigência, para a acefalia e para a nova escravatura, condições nucleares para o modelo económico do liberal-fascismo, que assenta em salários miseráveis e na erradicação total de direitos laborais, Robert Mercer e a sua filha Rebekah, a Cruella De Vil do liberal-fascismo, decidiram levar a batota para outro nível, montando e financiando um esquema de manipulação da opinião pública em larga escala, que de resto já causou danos irreversíveis no império Zuckerberg. E nos EUA. E no Reino Unido. E na União Europeia. E no planeta Terra.

Os resultados, agora divulgados, não deixam margem para grandes dúvidas. Apanhado pela câmara oculta de um corajoso jornalista, Alexander Nix, CEP (Chief Executive Pulha) da Cambridge Analytica, revelou ao mundo os métodos dos vigaristas liberal-fascistas, que vão da mais reles e canalha manipulação emocional da opinião pública até ao envio de prostitutas para casa dos seus alvos. Eis a escumalha por trás da vitória de Donald Trump, do triunfo do Brexit e, possivelmente, da ascensão de outros déspotas e vigaristas. Eis os pulhas engravatados, provenientes das melhores famílias, universidades e business schools, que não olham a meios para fazer dinheiro, nem que para isso tenham que enganar e cuspir nas massas, fazer pactos com gente corrupta e violenta ou patrocinar atentados contra a democracia. O lixo liberal-fascista que gosta de dar lições de moral, mas que, na realidade, não é exemplo para ninguém. Pelo menos para pessoas sérias. O liberal-fascismo que não acaba quando acaba o dinheiro dos outros. Porque quando acaba o dinheiro dos outros, o liberal-fascismo encontra sempre outra maneira para parasitar a humanidade. Pulhas.

Comments

  1. Bento Caeiro says:

    Estava na rua, após ter lido um artigo de João Mendes sobre um certo tipo de pulhas – por acaso, na minha opinião, o mais refinado tipo de pulhas que por enquanto existe, porque, obviamente, outros mais refinados estarão a caminho: é o admirável mundo novo.
    Também tinha tirado algumas notas, para, mais tarde, botar alguma faladura sobre o assunto.
    Tais como:
    “…Mercer é um batoteiro… Integra o lote daqueles que precisam do sofrimento alheio e da instigação generalizada do medo para ser feliz…O mundo estaria infinitamente melhor sem eles… Parasita filho da puta liberal-fascista, racista, xenófobo e adepto da violência…Mundo onde uma pequena elite de pulhas tudo domina e remete os restantes para indigência…Esquema de manipulação da opinião pública em larga escala…Métodos dos vigaristas liberal-fascistas, que vão da mais reles e canalha manipulação emocional da opinião pública até ao envio de prostitutas para casa dos seus alvos…Eis os pulhas engravatados. que não olham a meios para fazer dinheiro…O lixo liberal-fascista que gosta de dar lições de moral, mas que, na realidade, não é exemplo para ninguém. Pelo menos para pessoas sérias.
    Neste momento ouvi e depois vi uma ambulância parar em frente ao prédio onde mora o João Mendes.
    Aguardei, parado no passeio, a aguardar o resultado. Isto porque
    o rapaz ultimamente tem-me deixado preocupado. “Homem, já lhe haviam dito os amigos, tu assim ainda um dia destes – a levar tão a peito o que para a humanidade é um fado, por ser também um fardo – vais acabar por ser internado”.
    A porta do prédio abre, vejo alguém em camisa de forças a ser conduzido para a ambulância, por dois gorilas com a sigla CA, nas batas castanhas.
    Pobre rapaz, pensei, para o que lhe havia de dar: então ele não saberia que tal desenlace era inevitável? Que, mesmo não sendo internado, um dia haveria de ser capturado pelos bandidos da Analytica?
    Pessoas sérias, dizes tu, meu amigo Mendes? Daquelas que tu falas, são espécie em extinção, mas – felizmente – que as há, há. Contudo, para sobreviverem e para poderem combater tanto filho da puta que por está a aparecer, terão, cada vez mais, de se saber camuflar e aprender a viver entre aquela maldição..

  2. Bento Caeiro says:

    Correcção: … tanto filho-da-puta que por AÍ está a aparecer …

  3. JgMenos says:

    A parvoeira não conhece limites e tudo serve para invocar o fascismo, até o oximoro liberal-fascismo.
    Heranças do social-fascismo que persistem!

    • ZE LOPES says:

      Abaixo os oxímoros!
      Viva o Grande-Menos!
      Ora bolas!

    • Carlos Almeida says:

      Boas Sr JgMenos

      Social-fascismo ?

      Só lhe falta citar o “Camarada Arnaldo de Matos”, glorioso educador do Povo e da Classe Operaria

  4. ZE LOPES says:

    Aleluia! Aleluia! O JgMenos ressuscitou! Salazar seja louvado!

Deixar uma resposta