Sobre o silêncio selectivo

Se há tema que leva a direita a ser mais determinada do que um cão a não largar o osso, é a situação na Venezuela e em Cuba. Trata-se de uma obsessão, comprovada pelo que se escreve sobre esses regimes e pelo constante chapar à cara da esquerda dos problemas nesses países. A tónica habitual pretende difundir este spin: “Portugueses, fujam da esquerda e, se não perceberem porquê, vejam o que se passa na Venezuela e em Cuba”.

Sem inocência alguma, essa mesma direita fica completamente muda com as décadas de governação de direita no México e os enormes problemas que trouxe ao país. Um caso típico de duplo-pensar, agora com o caso do Brasil a juntar-se ao cardápio.

Bolsonaro quer fazer à Folha de S. Paulo o que Chávez e Maduro fizeram aos jornais críticos do regime. Da boca da direita radical PSD/ CDS, sempre tão preocupada com a democracia e a liberdade de expressão na Venezuela, não se ouve nem um pio.

Não só não se ouve nem um pio e fica registado que, depois de décadas a atirar Otelo e o Campo Pequeno à cara da esquerda, radical ou não, o empenho posto pela direita radical PSD/ CDS em defesa do fascista Bolsonaro que diz, para quem o quer ouvir, que vai metralhar os adversários políticos.

Se agora desatarmos todos, radicais de esquerda ou não, a lamentar que o erro do Otelo foi não ter passado das palavras aos actos, como o fascista Bolsonaro, apoiado pela direita radical PSD/ CDS, diz que o erro da ditadura foi torturar em vez de matar, a esquerda é anti-democrática e indigna de respeito. É isto, não é? [Der Terrorist]

43 estudantes mortos no México em 2014. Um caso emblemático de tantos outros ocorridos depois do massacre de mais de 600 estudantes em 1968.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Méxio, Chile, Colômbia, Nicarágua, Arábia Saudita and so on and so forth não têm nada a ver com o neo-liberalismo, a seguinte declaração é uma coincidência.

    “The hidden hand of the market will never work without a hidden fist […] And the hidden fist that keeps the world safe for Silicon Valley’s technologies is called the United States Army, Air Force, Navy and Marine Corps. ” – Thomas Friedman

    • j. manuel cordeiro says:

      Exacto!

    • Miguel Bessa says:

      Dessa mixórdia apenas o Chile tem algo de liberalismo, ou uma teocracia é liberal? Parei para rir. Os restantes são narco estados.

      De qualquer forma, qualquer um está melhor que o sonho húmido Venezuelano!

      Então comparar o Chile com a Venezuela é de bradar aos Céus.

      • ZE LOPES says:

        Não me diga! A Colômbia é uma teocracia? De que religião? Nunca pensei, mas estarei à coca!

        Mas…ó Xô Bessa…”Deus acima de tudo” quer dizer o quê? É o gajo que vai pilotar o helicópetro que vai matar meia “Rocinha”?

      • ZE LOPES says:

        Como diria o “penseur liberalotte” francês Michel Besse: “le capitalisme liberal est bel, les hommes liberales est que donne cap d’el”.

        Vai tudo muito bem, mas acaba tudo em teocracias e narco-estados. Um horror!

      • Paulo Marques says:

        “Essa mixórdia” são um pequeno conjunto dos países que foram (foram, passado, vários já mudaram muito. vá, acompanhe) invadidos com dinheiro do governo americano para terem o pensamento correcto e serem sensatos e oferecer os recursos a preço de saldo ao capital americano. Estilo EDP, está a ver? Mas com um bocadinho de mais mortes.
        Claro que, apesar do objectivo ser alimentar as contas bancárias de meia dúzia de capitalistas a qualquer preço, isto nada tem a ver com capitalismo.

  2. JgMenos says:

    Estarei desactualizado?
    Os mexicanos estão a fugir para os USA para teren acesso a aspirinas?

  3. Miguel Bessa says:

    Ou seja, razão tem Trump em não querer portas abertas aos criminosos mexicanos! As cambalhotas que aqui dão.

    Mas como Trump deixou de ser o fascista de serviço agora é mentir sobre Bolsonaro!
    Bolsonaro não disse nada disso. Bolsonaro não disse que ia fechar o jornal. Disse que o mercado de ia encarregar de fechar um jornal que não presta bom serviço. Se a carapuça servir…

    Já sabemos que a utopia da esquerda não resulta em sítio nenhum (já sei que nunca foi realmente socialismo / comunismo) por isso só resta mesmo mentir.

    Silêncio selectivo é tanto bradar sobre um possível fascista a caminho quando ao lado apoiam um fascista comunista (eu sei que é sinônimo) instalado que faz tudo aquilo que sonham que o possível fascista vai fazer.

    • Miguel Bessa says:

      A fantástica herança de mais de 15 anos de liderança progressista
      https://youtu.be/660qsQ7rfWE

      A entrevista onde Bolsonaro não diz aquilo que o autor mente
      https://youtu.be/yJsh3PHE1PY

      Já agora para a malta que gosta de trazer a ditadura “liberal” do Chile, pode comparar no 1o vídeo os rankings e começar a evitar dizer disparates.

      • j. manuel cordeiro says:

        ó “Bessa”, não se excite tanto. Tanta verborreia e não apresentou nenhum argumento contrário ao que é defendido no post.

        Há muitas formas de mentir e, nestes comentários, o “Bessa” mente por omissão e com atribuição a outros de palavras não ditas.

        Mente por omissão porque não refere parte do que Bolsonaro disse a este respeito, nomeadamente, ao minuto 5:30: “imprensa que mentindo descaradamente não terá apoio do governo federal”
        https://youtu.be/yJsh3PHE1PY?t=330
        Tradução: imprensa que não seguir a verdade oficial, não receberá apoio. É de recordar o chinfrim que o PSD fez no primeiro governo do Sócrates quando se tornou claro que este estava a cortar na publicidade institucional a alguns OCS. Duplo-pensar, novamente.

        E mente por atribuição de palavras a outros porque em lado algum do post é dito que Bolsonaro afirmou que iria fechar jornais.

        Aproveite-se para se ouvir um pouco mais da entrevista para, ao minuto 6:24, se registar como o editor chefe do jornal nacional quase pede desculpa por fazer uma observação um nadinha mais ousada. Enternecedor.

        • Miguel Bessa says:

          Você é que deturpa o que foi dito.

          Não terá apoio porque ele não quer imprensa oficial! Simples, sem filmes Venezuelanos. Aquilo que é dito, e não precisa de interpretação é que respeita e quer manter a imprensa livre. Já o candidato derrotado queria o oposto!

      • j. manuel cordeiro says:

        Como parece ter dificuldades em seguir links, os do post, fica aqui parte do artigo em causa.

        A Associação Nacional de Jornais ( ANJ ) reagiu nesta terça-feira à entrevista em que o presidente eleito, Jair Bolsonaro , atacou o jornal “ Folha de S.Paulo ”. Ao “ Jornal Nacional ”, da TV Globo, o capitão da reserva acusou a publicação de propagar notícias falsas e ameaçou cortar verbas de publicidade do governo federal para veículos de imprensa que divulgarem informações que ele julgar incorretas.

        “A ANJ rejeita com veemência os termos e o teor das declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro ao reiterar ataques ao jornal ‘Folha de S.Paulo’”, disse a entidade, em nota.

        A ANJ acrescentou ainda que “eventuais inconformismos com noticiário de veículos de comunicação não podem ser confundidos com inaceitáveis retaliações a jornais por meio de uso de verbas publicitárias oficiais”. Por fim, a entidade disse que “espera que o princípio da liberdade de imprensa, saudavelmente afirmado pelo presidente eleito em seu discurso após a vitória nas urnas, se manifeste na prática, o que inclui o respeito a opiniões divergentes e à independência editorial”.

        https://oglobo.globo.com/brasil/anj-condena-ameaca-de-bolsonaro-ao-jornal-folha-de-spaulo-23200611

        • Miguel Bessa says:

          Eu ouvi o que foi dito e deixei o link com o som e imagem original. Não preciso de ler a interpretação que outros fazem.

      • ZE LOPES says:

        V. Exa. veja lá isto! O que eles inventam!

        E mais esta ficção, Sô Bessa!

        • ZE LOPES says:

          Peço desculpa, mas juro não ter sido de propósito. Não sabia que bastava colocar o link e automaticamente se carregavam os videos para aqui. Queria só deixar os links e, quem quisesse, que visse.

          Tenho a impressão que antigamente isto não era assim. Aliás, os links era para serem confidenciais. Era uma homenagem ao Xô Bessa e ao seu liberal bom gosto! Até porque é tudo “fake”, como sabemos.

          • j. manuel cordeiro says:

            Sem problema. O WordPress faz, por vezes, conversões automáticas dos links.

    • ZE LOPES says:

      Outra coisa que Bolsonaro nunca disse, porque foi um sósia, foi tecer loas ao Coronel Ustra, um criminoso que mandava torturar pais em frente de filhos crianças, em pleno Congresso! Veja lá o que os comunas inventam!

      Razão tem V. Exa. Xô Bessa, em apoiar tão eminente estadista. Não sei é por que razão continua a viver num regime socialista, logo, uma ditadura, em vez de dar de frosques para o paraíso Verde-amarelo.

      Fuja, Xô Bessa! A geringonça está para abrir um campo de concentração nas Berlengas onde V. Exa. será certamente internado, forçado a viver no meio de ratazanas e gaivotas.. Dizem que serão feitas torturas horríveis, como altifalantes a botar em altos berros discursos do Bolsoneiro abafados por canções do Nelson Ned, até confessarem tudo. Tudo, o quê? Ora essa! Tudo!

      “Receba as flores, que lhe dou…”

      • Miguel Bessa says:

        Já lhe expliquei que ele até disse pior do que isso. Disse que o problema foi torturar e não matar! E? Eu discordo. E? Ele atualmente discorda. E? O povo brasileiro sabe e votou nele. Custa?

        O que os comunas inventam está patente no vídeo da herança! Que por acaso a ninguém deu jeito comentar. Realmente com tão bom estado do país porque não votar nos mesmos?

        Quando Bolsonaro fizer metade do que fez Chávez para instalar uma ditadura deixará de ter a minha defesa (está a ver, é possível mudar de opinião, . o que se diz há 20 anos não tem de se dizer hoje). Você fez o mesmo com Chávez? Ou só o incomoda a possibilidade de um ditador de direita? Ou incomoda o mais a possibilidade de um ditador de direita do que um real ditador de esquerda? É que a mim foi o incomodam me ditadores. Ponto.

        • Paulo Marques says:

          Mas que ditadura estranha, deixa-se concorrer a eleições candidatos que tentaram fazer um golpe de estado.
          Nacionalizou os recursos, mauzão, agora o liberal Pinochet é que era um gajo porreiro, pá.

        • ZE LOPES says:

          V. Exa. pode dar-se ao prazer de fazer experiências. Apoia agora um energúmeno mas depois, se não “correr bem”, discorda. Discorda porque V. Exa. fica por cá a gozar a democracia (sim, eu sei, isto é uma ditadura socialista, mas é uma ditadura suis-generis, onde até bostas de pescada liberal-autoritárias são permitidas…) em vez de correr a construir o paraíso verde-amarelo. E arriscando-se a ir parar a um gulag.

          Que já não vai ser nas Berlengas pro respeito aos ratos e ás gaivotas. Podiam correr perigo com tanto bolsoneiro por perto.

  4. Rui Naldinho says:

    Uma das razões pela qual a nossa direitinha Tuga se revê no Bolsonarismo ou no Trumpismo, resulta da sua azia pela não cubanização do regime Português, pós Troica.
    As coisas que eles disseram da Geringonça e nunca se concretizaram.
    “Eu até já tinha uma passagem para as ilhas Fidji, com medo da comunização da República.”
    Sim , a Geringonça podia vir a ter sucesso no seu desempenho, com um desfecho feliz para os portugueses, e acabava-se o “nosso maná”, do Papão da extrema esquerda.

  5. Whale Project says:

    O possível fascista já fez e ainda não sentou o cú na cadeira. Após o 1º turno foi um homem de 63 anos morto à facada, um jovem de 23 morto a tiro e uma desgraçada com uma suástica cravada no corpo, só para citar alguns.
    Não chega aos fascistas cá do sítio? Querem mais? Aguardem. O povo brasileiro escolheu com o voto mandado pela IURD, Evangélicas, fake news e vai pagar caro por isso. E nós escusamos de andar para aqui a dizer asneiras e defender uma Besta.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.