Tudo bons autarcas IV – o Lexus LS500h do Dr. Malheiro

L1.jpg

Salvador Malheiro é vice-presidente do PSD e um dos homens mais próximos de Rui Rio, o tal que há uns meses prometeu ao país um “banho de ética”. Salvador Malheiro é também presidente da CM de Ovar, um município de pequena/média dimensão, que paga 2000€ por mês para que o senhor Malheiro se passeie num confortável e moderno Lexus LS500h, viatura que alegadamente terá usado para participar em reuniões do PSD, estando por isso a ser alvo de uma investigação conduzida pelo DIAP de Aveiro.

Quantos autarcas usarão viaturas e outros recursos das respectivas autarquias, suportados pelos munícipes cujos interesses afirmam defender, para fins que nada têm a ver com as funções para as quais foram eleitos? Que custos têm estes abusos para o erário público e quantos serão enquadráveis na moldura do crime de peculato?

E porque raio temos nós que pagar estes luxos?

*****

A série Tudo bons autarcas

Tudo bons autarcas I – pequenas máfias locais
Tudo bons autarcas II – ‘pra cima de 300 polvos
Tudo bons autarcas III – já reparou que lhe estão a ir à carteira?

Comments

  1. Mário Reis says:

    Deve haver promoção para autarcas. É juntar o lexus de Gondomar

  2. Fernando Antunes says:

    Devíamos ter orgulho nestes autarcas, pois o seu enriquecimento pessoal mostra como estão muito melhor capacitados para os cargos que ocupam do que nós. Exemplo: eu ganho mais ou menos o mesmo do que o ilustre autarca e só conduzo um Seat Ibiza, o que prova que não tenho o talento necessário para gerir sequer uma junta de freguesia, quanto mais um município, ou uma nação.

    Aliás, eu sentiria vergonha alheia se visse um Presidente da Câmara ao meu lado no autocarro a ir para o trabalho. Aliás, se eu fosse de Ovar e o meu Presidente de Câmara passasse por mim num dos seus carros de mais de 50 mil €, votaria nele 2x mais depressa. Não foi Jesus que multiplicou os peixes e o pão? Ninguém o acusou de falta de ética ou de negócios obscuros. Os esquerdalhos são é uma malta invejosa. E contra mim falo, que por mais que dê voltas à cabeça, acho que não ia conseguir convencer o banco a dar-me crédito para um carro de luxo.

    A partir do momento em que tens um cargo político, um cargo para o qual foste democraticamente eleito, isso é uma grande responsabilidade, é um peso nos ombros inimaginável. Eu tenho a certeza que o Sr Malheiro nem desfruta do carro que conduz. E quando o conduz, não se esqueçam que está a representar os seus eleitores.

    Os carros dos nossos autarcas são, no fundo, os nossos carros. Pelo menos, é assim que vejo a “democracia representativa”.

    • Pedro says:

      Brilhante comentário a não menos brilhante artigo!

      Perdão, e sem qualquer sobranceria: salta-me só à vista um “senão” (por “defeito profissional”):

      «estão muito melhor capacitados para»

      Em Portugal, com particípios (“capacitados”) ainda é “mais bem”, não “melhor”.
      (A menos de algum dicionarista “prá-frentex”, ou “acordo” manhoso)
      Acresce que “capacidade” é mais naturalmente valorada em quantidade, não em qualidade. Portanto, deveria ser, simplesmente, “mais capacitados”. Ou escolher outro conceito, p. ex. “preparados” (“estão mais bem preparados”)
      Pf não leve a mal! Cumprimentos.


  3. : ) …ironia, sarcasmo, gosto !


  4. Os grandes filhos da Pátria….

  5. Julio Rolo Santos says:

    Os presidentes de câmara que se servem do cargo para esbanjaram dinheiro deste maneira em proveito próprio deviam ser humilhados na Praça pública para ver se ganhavam vergonha na cara. Se calhar nem assim e então polos nus em pelota na Praça pública. Estes autarcas São a escomalha do poder autárquico.


  6. …” nus em pelota na Praça pública” e empalados ! como se fazia há muito tempo atrás, estes e outros, que muitos seriam na porca da política predadora e na banca !

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.