Sócrates, o multivitamínico

Não tenho instrumentos nem conhecimentos que me permitam avaliar as decisões do juiz Ivo Rosa. Não tenho grande fé na humanidade, respirando apenas uma uma leve esperança de que o confronto dialéctico da vida nos leve, por vezes, a um caminho menos injusto, menos desequilibrado.

José Sócrates representa, para mim, o pior de Portugal, o chico-esperto que finge frontalidade, mas que é só desonesto, o politicote vácuo, uma figura que fica bem numa galeria cheia de medíocres como Durão Barroso, Cavaco Silva, Passos Coelho ou António Costa, todos chefes de uma comandita que, ao mesmo tempo, mantém e corrói a democracia portuguesa, esse território habitado por praticantes de uma corrupção legal, que sobrevive à custa de incompreensíveis prescrições, constantes de leis criadas pelos amigos daqueles irão beneficiar com essas mesmas prescrições.

José Sócrates foi um dos piores primeiros-ministros de Portugal, num campeonato em que quase todos andam perto dos lugares cimeiros. Entregou a tutela da minha área profissional a Maria de Lurdes Rodrigues, uma figura amarga e sinistra, ignorante atrevida erigida em senadora da Educação. Sócrates é, ainda, uma figurinha irritante e suscita-me uma embirração que me levou ao ponto de ficar grosseiramente satisfeito por ter sido preso, quando, na realidade, me faz impressão a facilidade com se recorre à prisão preventiva. A minha intuição diz-me que Sócrates é culpado de tudo o que é acusado e apostaria que ainda há muito de que deveria ser acusado, mas não se sabe o quê. Com a sobranceria que lhe é característica, teve o atrevimento de vir considerar-se inocente, fingindo que não houve prescrições e esquecendo-se selectivamente de que ainda irá a julgamento, podendo, por isso, vir a ser condenado.

Agradecerei muito a qualquer jurista que me consiga explicar quais são os erros de Ivo Rosa e/ou do Ministério Público (se me conseguirem provar que há má-fé, ainda ficarei mais agradecido). O que verdadeiramente me impressiona, no entanto, é ver os muitos adversários políticos de Sócrates escandalizados por haver um corrupto que escapa ao castigo, como se a realidade portuguesa não fosse exactamente essa há anos.

Sócrates é um fantoche com muita importância, porque chegou a primeiro-ministro, mas não deixa de ser um fantoche. Enquanto anda tanta gente a rasgar as vestes e arrepelar os cabelos, como se este processo fosse o escândalo do século, há autarcas a agir impunemente e um governo a querer gastar dinheiro em aeroportos ou travessias sobre o Douro, em negociatas tão socráticas como Sócrates.

Manifestações, revoltas, gritaria? Parece-me bem, juntai-vos, finalmente, a quem já se manifestou – não sou ninguém e nunca fiz nada de especial, mas fui um dos 120 000 professores que estiveram em Lisboa. Só agora, filhos? Mais vale tarde que nunca!

Comments

  1. Filipe Bastos says:

    Acho que tenta iludir-se, Nabais: o Pinto de Sousa não foi apenas mais um político corrupto. O que causa não é mera embirração.

    Pinto de Sousa é o estado a que chegámos. É a consequência lógica de 40 anos disto: desta merda a que otários e brincalhões chamam ‘estado de direito’. V. viu que ele era assim, como eu vi, como qualquer um via. Não era preciso a bancarrota, ou a Troika, ou ser preso. Bastava vê-lo, bastava ouvi-lo.

    E no entanto, meio país reelegeu-o e lambeu-lhe o cu; e ainda hoje lho lambia se as coisas tivessem corrido de outra forma.

    Ele é só a ponta do iceberg? Claro. Aliás, o Costa é hoje um Pinto de Sousa 2.0. Mas foi sobretudo com ele que vimos o fundo do poço; o fundo rasca e reles desta choldra a que chamamos país.

  2. POIS! says:

    Pois, é multivitamínico…

    Mas não é de consumir. Segundo o dietista Rosa, tem muita vitamina C, mas está fora de prazo.

    Mas lá diz o povinho, na minha terrinha: quem tem vitamina K sempre escapa.

    Diz o povinho. Na minha terrinha.

  3. Abstencionista says:

    Na sexta feira de todas as ignomias ficou mais uma vez provado que o “bem comum” é incompatível com os “bens de alguns”.

    O Zeinal e o Granadeiro saíram limpinhos, limpinhos e o Salgado
    deu mais um passo para ser julgado quando os nossos netos tiverem idade para serem prioritários na vacina do Covid -87.
    O homem tem guilho para isso tudo e tem, principalmente, uma agenda de capa preta onde estão por lá uns nomes de pessoas a quem ele pagava a mesada.
    E não eram o jardineiro, nem o motorista, nem os seguranças nem as empregadas domésticas.
    Esses eram pagos à parte e descontam para a SS.

    Mas como paguei o palhaço, o equilibrista e o mestre de cerimónias do circo gostava que me explicassem, p. f., o seguinte:
    Já posso chamar corrupto ao sócrates, (para desabafar), sem incorrer no crime de calúnia?
    É verdade que o IRS devia ter um anexo XXX.porn?
    É verdade que após a prescrição o dinheiro recebido pelos corrompidos não representa crime?
    É verdade que só as testemunhas de defesa é que são credíveis?
    É verdade que os factos que já foram tidos e achados em recurso na relação não podem ser alterados pelo Ivo?

    Amén como dizem os Shtisel.

    • Abstencionista says:

      Correcção:
      “ignomínia” e não o que está escrito.
      (Por respeito aos aventares).

  4. Anasir says:
  5. Tal & Qual says:

    Os direitrolhas espumam até pelo olho do c.u !
    Vejam os PSDs que se fartaram de roubar e nunca a justiça os chatiou! E Paulinho . Vâo dar banho ao burro !!

  6. António Varela says:

    “Com a sobranceria que lhe é característica, teve o atrevimento de vir considerar-se inocente, fingindo que não houve prescrições….

    Dito professor, ainda bem que não o é de nenhuma das minhas crianças.
    Não leu as 6 mil e tal páginas do acórdão nem leu nenhuma porque dizendo o que cito também não ouviu o Juiz explicar, uma por uma, porque estas não tinham nenhum suporte e que eram…”Especulação”, “fantasia” e “total incoerência”.
    No final da semana passada, cheguei ao meu carro e tinha um guarda lama todo metido para dentro.
    Foi algum de vocês, comentadores enraivecidos?
    Ah… Ocorreu-me agora, foi o José Sócrates…

    O pior Primeiro-Ministro?
    socrates-votado-como-o-melhor-primeiroministro
    Página apagada:
    Sócrates votado como o melhor primeiro-ministro
    10 Ago 2012 Filipe Garcia / Económico
    https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/socrates-votado-como-o-melhor-primeiroministro_150114.html

    E estes:
    https://www.dn.pt/dossiers/tv-e-media/revistas-de-imprensa/noticias/fisco-apanha-marques-mendes-em-venda-ilegal-de-acoes-3641016.html

    https://www.noticiasaominuto.com/politica/161420/marques-mendes-apanhado-em-negocio-ilegal-de-acoes

    https://www.publico.pt/2016/10/01/politica/noticia/cavaco-pagou-metade-do-imi-que-devia-ter-pago-durante-15-anos-1745761

    • António Fernando Nabais says:

      Ora aqui está uma das muitas viúvas do Sócrates. Também agradeço não ser professor das suas crianças.
      O Sócrates ganhou um concurso de popularidade? Este é o país em que Cavaco conseguiu duas maiorias absolutas e dois mandatos como presidente.

  7. LUIS COELHO says:

    Como deixou dito e escrito SARAMAGO, não há esquerda nem direira mas sim um bando de salafrários que se unem para nos roubar!
    Entregámo-nos democráticamente a um sistema governado com esquemas montado por gentalha da pior espécie, que dizem agora uma coisa e cinco minutos depois o seu contrário, que nos enganam e roubam com a maior liberdade e desfaçatez!

  8. Ivone says:

    Quantos megaprocessos levaram a condenações efectivas ? O problema são os juízes ou quem organiza as fraudes/corrupção em megaprocessos que quando chegam a tribunal a maior parte dos crimes já prescreveu?

  9. jorge paulo sanches da cruz says:

    Vá lá que na galeria não meteu o Santana… e esqueceu-se foi do Marocas, o pai de todos os vigaristas, mas que nem precisava de roubar nada, iam-lhe deixar os roubos à porta.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.