A maioria trabalha para sustentar uma minoria

Estado perdoa 81 milhões a empresário que estava a ser julgado por burla ao BPN

Esta malta com Mercedes à porta é, efectivamente, uma vergonha!

Comments

  1. Joana Quelhas says:

    Mas q grande admiração. Este Nabais… ou é perverso ou idiota útil. Não sei qual o pior.
    Não acreditem nestes idiotas úteis à causa. Eles sabem ou deviam saber que isto não é surpresa nenhuma . Há muito tempo que o Socialismo/Comunismo percebeu que não pode sobreviver. A sua ideologia é auto destruidora de valor/riqueza e onde for aplicada tal qual trará o resultado de sempre miséria : fome e pobreza e corrupção moral. Ela sabe ou deveria saber que para sobreviver tem que se associar ao poderosos e ricos que em troca de mais poder lhas pagam o vício caro de “educar” o Zé Povinho inculto que não sabe o que é bom para si próprio e precisa que os “iluminados” lhes indiquem o caminho da felicidade. O Socialismo/Comunismo precisa dos ricos e poderosos para sobreviver desde há muita décadas. Os Esquerdistas hoje em dia são os académicos que se sentem mal agradecidos porque a sociedade não lhes dá o valor que eles se auto proclamam de merecerem, e os super ricos que querem o poder sobre as massas.
    Por isso qual é admiração ?

    • António Fernando Nabais says:

      Já a Joana é uma idiota inútil. Obrigado por escrever uma coisa parecida com um comentário.

    • Paulo Marques says:

      Socialismo é o estado fazer coisas enquanto precariza o trabalho e facilita os negócios do capital. Huh huh.

    • POIS! says:

      Pois não há palavras!

      Para a argúcia, a facilidade assombrosa da Dona Joana em simplificar o que outros apelidam, para disfarçar a sua pesada ignorância, de complexo.

      Para a Dona Joana não há cá complicações! É como dizem, sabiamente os franceses “C’est pain, pain, fromage, fromage!”. Ou os ingleses “it’s bread, bread, cheese, cheese!”. E os alemães? “Es ist Brot-Brot-Käse-Käse!”.

  2. Filipe Bastos says:

    Certo, Nabais, mas bem sabe que uma coisa não invalida a outra.

    Daí a distinção, que já resumi ao POIS, entre CHULOS e MAMÕES. Em termos simples, o mamão é o chulo de grande porte: o do BES ou BPN, da EDP ou da Galp. O chulo é geralmente mais modesto: vive do tacho, do subsídio, da mama imobiliária, etc.

    Tal como há trafulhas de grande, médio e pequeno porte. Como é evidente, um cigano pode não ser PM como o Pinto de Sousa ou banqueiro como o Vara, mas vive de tráfico e de esquemas; também não paga impostos; é também um criminoso.

    Claro que quanto maior e mais poderoso o criminoso, e quanto mais mama, pior para todos. O maior cancro mundial é a Banca e os ‘mercados’, não os ciganos ou os chulecos dos partidos tugas. Mas estes existem. E não são poucos.


  3. A Joana, como boa direitolas que se preza parece o Bolsonaro, vendo comunismo em todo o lado, como se fosse verdade. Essa gentinha precisa deseperadamente de construir um inimigo fictício, pois bem sabe que tal sequer existe em lado nenhum. Como diz o povão e bem, o bicho nunca é tão mau como o pintam. Vá lá Joana. Caia na real de deixe-se de tretas e fantasmas como no tempo do salvador-slazar.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.