Volte sempre, Cavaco Silva!

Sempre que Cavaco abandona o seu retiro presidencial para fazer política, interrompendo a luxuosa transumância entre o Convento do Sacramento e a propriedade na Herdade da Coelha, permutada com o impoluto amigo Fernando Fantasia, três coisas acontecem.

A primeira é o cerrar de fileiras dos partidos à esquerda. Não que se vão entender todos para ressuscitar a Geringonça, mas parece-me evidente que Cavaco tem o poder de, aparecendo, recordar muita gente daquilo que foi o cavaquismo. Que teve todos os defeitos do Costismo e de outros ismos mais.

A segunda é a menorização da liderança do PSD. Montenegro, o primeiro político da história deste país que se propôs a estar 5 anos em campanha para umas Legislativas, tem sido uma desilusão. Não consegue impor-se, apesar da sucessão de casos em São Bento, não consegue travar a ascensão do CH, que se faz, sobretudo, à custa de antigos eleitores do PSD, não se liberta, ele próprio, dos casos e casinhos que o ensombram, entre ajustes directos, ligações opacas em Espinho e uma mansão não declarada, e não descola nas sondagens, pese embora o valor relativo dos estudos de opinião. Teve que vir Cavaco para provocar a agitação que Montenegro é incapaz de causar.

A terceira, e a que mais me agrada, porque me entretém, é que Cavaco aposta sempre num tom moralizador, quando não tem moral para dar lições a ninguém.

Ninguém.

  • Membros do seu governo envolvidos em escândalos de corrupção?

Check.

  • Governação autoritária?

Check.

  • Colonização da administração pública com boys e girls?

Check.

  • Governantes a distribuir tachos nos gabinetes aos seus familiares?

Check.

  • Envolvimento em negócios de legalidade discutível?

Check.

  • Ligações à máfia bancária, sobretudo do BES e BPN?

Check.

  • Membros dos seus governos que saltaram para a administração de empresas anteriormente tuteladas e favorecidas em negócios pelos executivos Cavaco?

Check.

A lista continua, mas não pretendo ser exaustivo. Pretendo, isso, sim, agradecer a intervenção de Cavaco. Mais não seja para equilibrar a balança. Esta maioria absoluta pode ser péssima, mas a sua não foi melhor. Talvez um dia, quando PS e PSD não passarem dos 20%, aprendam ambos a ter noção.

Finalmente, não compreendo quem é que, à esquerda, fica a tremer com estas aparições de Cavaco. Porque sempre que ele aparece, logo surgem hordas de saudosistas, órfãos e viúvas do cavaquismo, que nos garantem que as intervenções de Cavaco põem a esquerda a tremer?

Qual esquerda?

Eu não sei quanto às outras, mas aquela em que me revejo diverte-se imenso com as intervenções do político mais político de todos os políticos. Porque, por muito mau que isto esteja, as aparições de Cavaco têm o condão de nos recordar que já fomos governados por alguém que deu a dois PIDEs a pensão vitalícia que recusou ao Salgueiro Maia.

Comments

  1. JgMenos says:

    «Talvez um dia, quando PS e PSD não passarem dos 20%, aprendam ambos a ter noção»… será o tempo de a Direita, que não tem vergonha de o ser, e que não transige com o linguajar esquerdalho, acabar com a choldra que a mentira e a sem-vergonha vêm construindo.

    • Carlos Almeida says:

      JgMenos

      “choldra que a mentira e a sem-vergonha vêm”

      Uma autocritica fica sempre bem, mesmo a um Salazarento serõdio

      A bem da Nação

      carlos Almeida

    • POIS! says:

      Pois tá bem!

      O otimismo de Vosselência é comovente!

      Venha a nós o Reino do Quarto Pastorinho (AIDBT e DDUMBAR (1)!

      Ámem!

      (1) “Agora Inimigo Dos Banqueiros Todos” e “Dono Do Único Menos Branco Da Assembleia da República”.

      • POIS! says:

        Sim, e sabemos de fonte segura…

        Que o futuro Governo do Quarto Pastorinho não será nem maduro nem verde, nem tinto nem branco, nem laranja nem limão.

        A Bem da Nação, será um Governo Tutti Fruti.

    • Paulo Marques says:

      Tendo em conta que até a história e as próprias teses recusam, não tenho dúvidas que acabam num instante com a mentira.

  2. JgMenos says:

    Acabar com a ralé em lugar de poder, tirar de lugares de governo quem nunca fez a ponta-de-um-corno na p* da vida é a missão primeira!

    • Nortenho says:

      JgMenos

      Qual é a tua opinião sobre as caldeiradas feitas pelo PPD/PSD ou melhor O Partido de Marcelo Caetano Recauchutado ?
      Pagamento de cotas de militantes, desenterrar militantes mortos etc?
      Aquilo era em Barcelos e noutros lados, era uma festa

      O que é que achas ?
      No teu partido do Marcelo Caetano antes de ser recauchutado não havia disto ?
      Não devia haver, a vigarice era feita a o mais alto nível e ganhavas sempre

  3. Carlos Almeida says:

    JgMenor

    “Acabar com a ralé em lugar de poder, tirar de lugares de governo quem nunca fez a ponta-de-um-corno na p* da vida é a missão primeira!”

    Tens toda a razão, Salazarento menor.
    Ao menos tu e os teus colegas PIDES, fartavam-se de trabalhar a vida aos outros

  4. Salgueiros says:

    O treinador do FC Porto assume que a equipa vai estar “focada e concentrada” no último encontro frente ao Vitória de Guimarães. Os “dragões” podem sagrar-se campeões nacionais caso o Benfica não vença o Santa Clara.

    Claro se o Benfica empatar e o Clube de Ciclismo ganhar 11-0 ao Guimarães

    Já vi pior vindo de quem vem e nunca ser apanhado.

    Os do c*** organizado são profissionais na matéria

  5. José Ferreira says:

    Copy past do PS… PSD o lado B do PS.

  6. Anonimo says:

    Cavaco tem razão, mas não pode opinar porque é o Cavaco. Delitro de opinião.

    Isto sem saber o que disse, quando quero comunicar com os mortos uso o ouija board.
    Ou então isso está tão mau que um tipo que se “retirou” há anos ainda vale mais que as centenas de políticos no activo.

    • Tuga says:

      “Ou então isso está tão mau que um tipo que se “retirou” há anos ainda vale mais que as centenas de políticos no activo.”

      Ou os donos dos papagaios são os mesmos

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.