Rio abaixo, em direcção ao precipício

Entrevistado por Vítor Gonçalves, na RTP, Rui Rio assumiu estar preparado (e determinado) para dialogar com o PS. Para evitar que Costa se volte a virar para BE e PCP, sublinhou. Ou para viabilizar o seu próprio governo, inevitavelmente minoritário, agora que, assegura, não há diálogo possível com o Chega.

Por muito que se possa elogiar este aparente sentido de Estado, mesmo depois de Costa ter feito questão de detonar, com estrondo, a ponte com o PSD, é preciso não conhecer o partido em que se transformou o PSD para cometer este hara-kiri em canal aberto. Um partido em que parte significativa dos seus militantes, altamente radicalizados, agarrados a uma narrativa lunática muito idêntica à pregada pela extrema-direita, defende que vivemos num regime totalitário idêntico ao venezuelano, controlado por um lobby gay-feminista-socialista, financiado pela dupla Soros & Gates, que quer reduzir a população mundial através da ideologia de género, com a lavagem cerebral a começar na escola primária.

Estas pessoas não querem nem ouvir falar de acordos com o PS. Preferem o Chega. A própria IL, para muitas destas pessoas, é uma perigosa agremiação de esquerda. Pessoas que comparam Costa a Salazar e, em caso de dúvida, escolhem o segundo. Rio parece já não conhecer a sua audiência. Paulo Rangel, mais táctico e calculista, agradece.

Asfixia democrática no PSD

PP

Com a ajuda de um título sugestivo do Expresso, disseminou-se a ideia de que Pacheco Pereira apoia a candidatura de Marisa Matias à presidência da República pelo simples facto de ter participado num fórum organizado pela mesma. Segundo o mesmo jornal, Duarte Marques ter-se-á mostrado “chocado com o suposto apoio de Pereira à candidatura de Marisa Matias“, algo que o próprio Pacheco Pereira acabaria por desmentir. À boleia desta nada surpreendente manipulação, o deputado do PSD aproveitou o momento para apelar à saída voluntária do histórico social-democrata de um partido pelo qual já lutava ainda Duarte Marques brincava no recreio da escola primária. [Read more…]