Quando se aproximam os Magos, nada como recordar como foi o caminho para Belém

Quando vejo os socratistas tão azucrinados com o Presidente da República em versão Cavaco, lamechinhas de choro e ranho, dá-me uma coisa na puta da memória e a gaja cospe esta lembradura: mas quem é que foi buscar Mário Soares à senilidade e à reforma só para impedir que Manuel Alegre tivesse disputado pelo menos a 2ª volta das presidenciais com o sr. Aníbal? Quem é que acreditou na coabitação pacífica com o homem de Poço de Boliqueime?

780px-Magi_(1)

Os três magos, mosaico séc VI, Basílica of S. Apolinário, Ravena

É certo que o vate de Águeda até podia ter tido, se eleito, condições para acabar com o socratismo depois do cavaquismo, o que era obra épica demais para ele, desconfio, e falamos de ses, e nesse caso andariam agora  os choramingas com problemas no emprego.

Mas um bocadinho de vergonha. Eu sei: perderam-ma toda, que a vida está difícil. Mas disfarcem.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.