Manuel Alegre entra com o pé esquerdo

Manuel Alegre começa mal a sua segunda aventura presidencial. Em primeiro lugar, ou é candidato ou não é – ficar numa de «estou disponível» não se compreende. Se queria imitar Jorge Sampaio, ao menos fazia-o em condições e apresentava-se já como candidato.
Por falar em Jorge Sampaio, Alegre citou o ex-Presidente da República, dizendo que «há vida para além do Orçamento». Jorge Sampaio disse, isso sim, que «há vida para além do défice», nunca disse que «há vida para além do Orçamento». Um pormenor sem a mínima importância, como está bom de ver. Para além disso, Alegre diz que se candidata contra aqueles (leia-se a Direita) que querem um Governo, uma Maioria, um Presidente. Mas, ao candidatar-se, será que ele não quer exactamente o mesmo? Ou um Governo, uma Maioria, um Presidente só pode ser se for da sua ala ideológica.
Por último, não conseguiu, pelo menos para já, o apoio do PS. Francisco Assis já disse que o PS não se deixa pressionar e que este não é o momento. Irão posicionar-se agora as alas divergentes do Partido, com os soaristas à frente a quererem evitar a todo o custo esta candidatura.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.