Acordo ortográfico: Viegas, boçalidades e patetices

nao2c4Francisco José Viegas, regressado à blogosfera e aos jornais, defende-se de “ataques boçais e patetas” de que teria sido alvo, por ter defendido que o chamado acordo ortográfico (AO90) necessitava de ser aperfeiçoado, opinião que já tive oportunidade de comentar.

No mesmo texto, Francisco José Viegas repete a ideia de que não houve oposição ao alegado acordo desde 1990. Embora noutro texto já tenha chamado a atenção para a aparente falta de atenção de Viegas, aqui fica, mais uma vez, o conselho para que visite a página do professor António Emiliano. A visita a essa mesma página permite, inclusivamente, a consulta de uma raridade: o único parecer favorável à aplicação do AO90 (da autoria de Malaca Casteleiro, um dos autores do mesmíssimo AO90).

Espero não ter sido demasiado boçal nestas críticas a FJV, mas não posso desperdiçar a oportunidade de qualificar como patetas as suas opiniões acerca do AO90, nomeadamente quando declara acreditar na possibilidade de aperfeiçoar um instrumento que não tem ponta por onde se lhe pegue. Faz tanto sentido como decidir transformar uma faca romba em colher, continuando a chamar-lhe faca e sabendo que nunca será colher.

Comments

  1. maria celeste d'oliveira ramos says:

    Viegas ??
    mas como se conserva um “lugar” topo de gama ?? Só os “Monti” são capazes de deixar o lugar por razões éticas e estéticas – este está como o senhor do “sporring” – não larga o ossso

  2. Vitalino José Santos says:

    Meus amigos, também sou contra o acordo ortográfico (AO90), mas acho inadmissíveis os ataques pessoais, com recurso a termos como «boçalidades» e «patetices»… Há maneiras mais elevadas para defendermos uma causa como esta!

    • Jaime Branco says:

      Não sei quem é o autor do texto (António Fernando Nabais), mas na minha modesta opinião, não considero insultuosos os termos “boçalidade” e “patetice”, até porque são extremamente comuns nos nossos comentadores televisivos…superiormente reputados! Substituiria boçal por buçal? Aí sim, concordaria consigo! Em vez de patetice diria o quê? Tolice? Gostaria de ouvir ou ler os seus equivalentes, os seus sinónimos, no mesmo contexto!
      E já agora…tenho enorme curiosidade em saber que gramáticos, linguistas, Associações de Professores de Línguas, particularmente Associação de Professores de Português, afinal, para além do Prof. Dr. Malaca Casteleiro e da filóloga Lídia Jorje, quem, por parte de Portugal, esteve envolvido neste A.O. ? Ficava-lhe grato de me enumerasse três ou quatro nomes de especialistas portugueses envolvidos nesta problemática do A.O.
      Saudações académicas

    • António Fernando Nabais says:

      Reconheço que o título pode induzir em erro: Viegas é que considerou ter sido alvo de ataques boçais e patetas. No entanto, e na minha opinião, Francisco José Viegas, sem ter sido boçal, disse muitas patetices acerca do AO90.

Trackbacks


  1. […] que, sobre o AO90, disse umas canavilhices, gaguejou umas coisas e, uma vez saído do governo, chamou boçais e patetas a quem o tinha criticado. FJV deverá lembrar a esse antigo governante que quem se deita com o AO90 acorda com o movimento […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.