Autofagia no orçamento de estado 2014

Orçamento de Estado 2104Clicar para ampliar

Postas as coisas de uma forma simplista, entre pagar os juros da dívida e recolher e administrar os impostos gasta-se 30% da receita. 33.6 mil milhões de  euros para um estado que se come a si mesmo.

Não havia aqui mesmo nada a fazer antes de se ir aos ordenados de 600 euros, às pensões para as quais antecipadamente se pagou, à despesa com a saúde e com a educação e aos carros dos particulares?

Mas fazer diferente implicaria planear e reestruturar, em vez de, simplesmente, carregar nos do costume. Enfim, seria preciso governar.

Comments


  1. Na rubrica do Min das Finanças não está só a maquina, mas toda a administração central…

    o resto está tudo certo…


  2. O abutre é paciente e espera sempre pelo enfraquecimento da vítima que vai comer


  3. Depois de estarmos aqui-(2011) não me parece viável reduzir as pessoas e despesas do estado para um nível proprio para o nosso orçamento. Se fosse feito enquanto se crescia os que perdessem o emprego não sentiam o desespero negro que agora iriam amargar, pois as hipotese sempre ajudavam.
    Claro que os eleitores que há trinta anos andam a saltitar entre jotinhas tambem não esperam outra governação se não já tinham mudado

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.