Clientelismo em regime de outsourcing

call center

Estou em total acordo com a crítica do Carlos Garcez Osório e subscrevo cada palavra da crónica do Fernando Alves na TSF. Com o mesmo argumento, rejeito liminarmente as patetices de alguma direita que, agarrada a uma notícia no site da Renascença, afirma que o contrato vem do Governo anterior quando o que importa aqui é a prática e não o contrato. E a prática não foi uma invenção de José Sócrates – a origem de todos os males – mas antes de Durão Barroso, destacado social-democrata, homem de fugas e submarinos e possível futuro Presidente da República. Pelo menos até que o chamem para outro cargo de destaque internacional que pague melhor e garanta entrada na rave anual do Bilderberg.

Intriga é o porquê desta necessidade vinda de alguém que dispõe de 10 secretárias e um exército de boys de todas as espécies à sua disposição. Intriga-me também o que pensarão os chefes da Troika sobre este despesismo manifestamente excessivo no radical contexto de austeridade que nos tem sido imposto. Mas o que realmente me intriga são outras gorduras do estado para as quais o João José Cardoso me chamou a atenção. Nestas coisas há sempre uma ex-mulher do irmão de uma ex-ministra social-democrata a safar-se bem.

6 comentários em “Clientelismo em regime de outsourcing”

  1. “o que pensarão os chefes da Troika sobre este despesismo manifestamente excessivo”

    Pensam que é perfeitamente correcto, pois eles próprios são um bando asqueroso de bois e girls não-liberais como o nosso conterrâneo bando asqueroso de bois e girls não-liberais!

    E todos eles vão, ou desejam ir às raves Bilderberg, Davos, etc…
    Da outra vez o Xuxa Seguro foi como “líder da oposição”, da próxima vez, talvez, já irá como PM do estado não soberano Portugal junto com o seu novo amor Paulo Portas.

    1. é a austeridade “selectiva” Ferdinand. A fazer lembrar aqueles 500 milhões de euros destinados a despesas não identificadas.

      quanto ao Seguro, jota por jota vai tudo dar ao mesmo. mas esse não chega a PM: antes disso o PS substitui-o pelo Costa..

      1. Pode até substituir mas tudo ficará na mesma. Por muito que o centrão-teia-de-interesses-obscuros, e quem vota nele, não queira, existe um problema incontornável, o papel da banca na sociedade, com o PS-PSD-CDS no poleiro o casino vai continuar, e vai continuar a destruir a vida de milhões e milhões!
        Por isso insisto sempre em meter o PS junto com o PSD/CDS (mesmo que os socialistas que frequentam o Aventar não gostem), ou defendem a maioria da população, ou estão ao lado da aristocracia financeira e sofrem as consequências, acho que já só vai assim…

        1. claro que fica. aliás, com Costa, quer me parecer que o PS se posicionará ainda mais à direita do que já está hoje. e deixe-me que lhe diga que partilho da mesma opinião relativamente ao PS: para mim é tão à direita como o PSD. Aliás, são praticamente partidos irmãos…

  2. Já ganhás-te… Podias ter acabado aqui, estava tudo explicado em poucas palavras.

    ” Pelo menos até que o chamem para outro cargo de destaque internacional que pague melhor e garanta entrada na rave anual do Bilderberg. ” … (y)

    Ele e todos os outros… Que nesta “chafarica” é o que restou, se é que restou mesmo alguma alma “honesta” nesta “REPUBLICA”… 🙂
    Restam-nos os Submarinos, para o dia do Juizo Final, para que .-“Amén”-. os nossos “nazis” possam fugir neles para a Argentina… Onde é que já vi isto?!

    P.S. – Diz que a 2ª vaga de “refugiados” políticos, não cabiam nos “Tridente”… Fomos requisitar meios terrestres… Nomeadamente os Pandur… Não fica ninguém para contar a historia, só os com números no pulso! (Tipo RFID) 🙂

    Nesse particular a “Troika”, ou seja o conjunto de bancos que aforreou esta compra está muito bem e recomenda-se… Ora, mas afinal que estão cá eles a fazêr senão “limpar o que fizeram…?!” (lol)

    Não se esqueçam de ir votar … Para os legitimar! 🙂

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.