Vujadin Boskov e Rodolfo (o do FCP)

boskvMorreu Vujadin Boskov, o sérvio para quem o futebol era uma coisa simples. Tão simples que algumas frases suas ficaram para sempre gravadas nos anais do futebol, como esta: “o grande jogador vê auto-estradas onde os outros vêem apenas vielas“.

Cristiano Ronaldo, ontem, sem o saber, homenageou-o. Aliás Boskov foi entre outros (desde logo campeão pela Fiorentina de Vialli e daquele que treinou o City e detesta o Mourinho, Mancini, claro…) treinador do Real Madrid.

Foi como “madridista” que o conheci e com ele troquei umas palavras de circunstância no Estádio das Antas, suficientes, no entanto, para me dizer que apenas temia um jogador do FC Porto, Rodolfo, o “trinco” como hoje se diz. E não só pelo que defendia mas também pelos seus passes longos a rasar a relva… poucos jogadores como ele, referia.

E completou: “Rodolfo é daqueles jogadores únicos. Só damos por falta deles quando não jogam“.

rodolfoNão sei se o Rodolfo(Reis), que foi “nosso” capitão, se lembra disso ou se o recordou nas últimas horas, conhecida a morte do sérvio. Mas faço questão de lho lembrar se o encontrar no Bibó Porto a comprar churrasco, a tomar o pequeno almoço ou a fazer compras no Continente, tudo em Braga, onde somos vizinhos.

Comments

  1. 25342aml! says:

    Bons tempos, que o tempo rapidamente levou…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.