Propaganda e Circo

Passos e Salgado

Os académicos do regime, da blogosfera à comunicação social financiada pela direita militante ou outras clientelas, têm explorado à exaustão o suposto murro na mesa de Passos Coelho que recusou, apos suposto pedido de Ricardo Salgado, uma intervenção do estatal no banco que alguns dos seus correligionários tomaram posteriormente de assalto, quais Armandos Varas enviados por Sócrates para o BCP. A tal comunicação social que a propaganda refere como sendo de esquerda, apesar de controlada por homens da direita liberal, tem feito das tripas coração para beatificar São Pedro da Tecnoforma e a sua coragem sem paralelo de tirar o tapete ao banqueiro caído em desgraça. Apenas e só quando caiu em desgraça, algo que ilustra bem a coragem do indivíduo.

Claro que isto só vale para todos aqueles que se alimentam dos pastos verdejantes tão abundantes neste país. Se o caro leitor que perdeu minutos da sua vida a ler este conjunto de palavras conspirativas acredita verdadeiramente que Passos deu uma nega a Salgado por ser um nobre e corajoso homem de Estado, lamento informá-lo que está redondamente enganado. Passos Coelho tirou o tapete ao banqueiro porque este se encontrava numa posição de fraqueza. De outra forma continuaria a bater a bola baixa como o próprio e todos os que o antecederam fizeram. Neste país os poderosos são intocáveis enquanto permanecerem poderosos. Claro que o dinheiro e os telhados de vidro que conhecem a terceiros lhes garante uma certa protecção que vai do pagamento de cauções milionárias até aos típicos processos que se arrastam em tribunal até prescreverem.

Por isso, quando ouvirem/lerem os Josés Manueis Fernandes desta vida a falar sobre o “momento de ruptura com velhos hábitos políticos” ou sobre “coisas que afinal acabam por mudar” não se deixem iludir porque não mudou nada. Absolutamente nada. Houve apenas um aproveitamento político de uma situação-limite onde se bateu no desgraçado que já não se podia defender. Pessoalmente até fico contente por ver o dono disto tudo cair com estrondo, pode ser que a prima tenha agora com quem brincar aos pobrezinhos. Mas este tipo de propaganda aliada à construção de uma (ir)realidade, já quase assumida como verdade absoluta, de que se fez cair a origem e a causa de todos os problemas só tem dois propósitos: branquear o papel de outros terroristas financeiros e simular o teatro da justiça que deixou de temer os poderosos. Propaganda e circo, nada mais.

Comments

  1. Orvalho says:

    E, antes disso, colocou um Frasquilho a salvo … ou foi só coincidência?


    • Bem observado. Afinal de contas, o Frasquilho era um dos representantes do dono do sistema na bancada parlamentar do PSD. De resto o que mais há nas bancadas parlamentares do nosso hemiciclo são funcionários e ex-funcionários do terrorista…

  2. Sarah Adamopoulos says:
  3. portela says:

    A partícula de Deus, o universo do Espírito Santo, a inflação cósmica e o buraco negro no centro da Via Láctea.
    .
    “Um físico deve ao mesmo tempo, acompanhar a expansão do universo e expiar para dentro do átomo”. Quem diz um físico diz um banqueiro.
    ..
    “Arthur Eddington.

  4. Sérgio Vasconcelos says:

    Não estou em desacordo com o que publicou, mas deve procurar mais acima, (Berlin,Frankfurt, Bruxelas), o motivo de tanta coragem da parte desse “estadista”.


    • não tenho dúvidas que venha em parte dai Sérgio. até porque a cobertura mediática internacional que este caso está a ter não tem precedentes!

    • portela says:

      O que a imagem mostra é o que se vê e é *muito, mas o que se não vê é muito mais E porque razão não vemos tudo?
      .
      Será por sermos duplamente periféricos? Somos periféricos ocidentais, em termos de terra . Somos periféricos orientais, em termos de mar.
      .
      Conclusão: se fugir o bicho pega se ficar o bicho come.
      .
      obs. o bicho é um mamífero lagomorfo da família dos leporídeos.
      .
      * e o Sócrates não está lá!!!!!!!!!!
      .

  5. fantunes says:

    pergunto. e o cavaco não tem nada a ver com isto?

Trackbacks

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.