Uma pequena nuance

Neste artigo refere-se uma resolução aprovada no Conselho de Ministros que autorizou uma despesa de até 37 milhões de euros para suportar os custos da denúncia, decidida há dois anos, da participação de Portugal no programa de compra de helicópteros NH90.

A notícia é portanto plantada para mostrar como o governo de Passos Coelho cortou numa despesa considerável,  “superior a 450 milhões de euros”, apesar de ainda o ter feito gastar umas dezenas de milhões de euros, pode ler-se nas entrelinhas.

Acontece que há uma pequena nuance.

Segundo o Governo, a estes custos acresceriam encargos com o apoio logístico e manutenção dos dez helicópteros NH90, “entre 2012 e 2028, de mais de 180 milhões de euros, num total nunca inferior a 580 milhões de euros”.

Acontece que o contrato era para compra de quatro helicópteros, com opção de a alargar até aos dez.

Isto muda um bocadito as contas, não muda? Ah!, não faz mal. O que importa é mostrar que este governo está a apagar fogos herdados. Que conveniente.

Porquê deturpar uma coisa tão simples? Broncos que nem sabem o que é que estão a colocar num comunicado? Ou manipulação básica para encher uma suposta imagem, que nem está próxima de exacta? (*) Venha o diabo e escolha.

E se há um erro grosseiro, quantos mais haverá? Será que se pode confiar na informação divulgada pelo governo? Enfim, as perguntas retóricas poderiam continuar.

Dava jeito que os jornalistas fossem além do corte e costura dos comunicados dos gabinetes. Sei lá, fazerem… jornalismo e verificarem o que é escrito. Porque para ler comunicados pode-se ir directamente à fonte, à página do governo.

* Com tempo, um dia detalharei este assunto.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.