Quem está a mentir?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Fonte não identificada do novo governo terá admitido, segundo o Diário de Notícias, que

os novos governantes tomaram posse na quinta-feira passada, rumaram depois aos respetivos gabinetes – e repararam que do ponto de vista do OE 2016 o trabalho produzido na anterior administração foi zero – mesmo aquele trabalho orçamental que não tem nada que ver com opções políticas de fundo.

Confrontado com esta informação, o ex-secretário de Estado do Orçamento Hélder Reis veio desmentir a acusação

Todo o trabalho preparatório foi feito. A Direção-Geral do Orçamento tem toda a informação sobre os plafonds de despesa definidos em abril por ministério, bem como as perspetivas de investimento.

Quer isto dizer que alguém está a mentir. Três hipóteses: a fonte do governo, Hélder Reis ou João Pedro Henriques, autor da peça do Diário de Notícias. Quanto às duas primeiras, penso que será relativamente fácil de perceber quem está a aldrabar a opinião pública. O trabalho preparatório, a existir, não pode simplesmente desaparecer. No entanto, existe a possibilidade de se tratar de um embuste jornalístico. A fonte citada pode não passar de uma ficção. Nesse caso, e a confirmar-se a existência do referido trabalho preparatório, podemos estar perante um ataque contra o novo governo, com vista a destabilizar e a afectar a sua credibilidade. Em que ficamos?

*****

Actualização: Governo reafirma: “Ministérios não iniciaram o processo orçamental” [DN]