O debate político do ano

PRESIDENCIAIS-2016-frame-01-1

O ano de 2016 começa politicamente em grande. Hoje vamos poder assistir, às 23h30, na TVI24, ao debate político do ano.

O debate reunirá os candidatos presidenciais Marcelo Rebelo de Sousa e os conhecidíssimos, nas suas ruas, Jorge Sequeira, Cândido Ferreira e Vitorino Silva (vulgo Tino de Rãs).

Este debate, sem qualquer menosprezo pelos debates que se seguirão, penso que decidirá quem vai ser o próximo Presidente da República.

A não perder por todos os indecisos que ainda não decidiram o seu voto!

Comments

  1. Eu avento says:

    Falta lá o verdadeiro Homem Especial do Ano !!
    Assim, sim, seria perfeito.

    • Paulo Vieira da Silva says:

      Vergilio, desculpe a troca do nome, queria dizer Avento, eu sei que também gostava de ser o Homem Especial do Ano dado o tempo que me dedica, faz o comentario imediatamente a eu públicar um texto e com o seu narcisismo coloca logo de uma assentada três likes para encher o seu ego. Mas com esta sua ânsia continua a esquecer-se de tomar os comprimidos. Depois faz estas tristes figuras de trocar candidatos presidenciais com o Homem do Ano. Trate-se, por si, e por nós.

      • Eu avento.. says:

        Tanto tiro na água. É obra.
        Candidate-se a qualquer coisa, ó homem do ano, para nos rirmos de tanto disparate. Seria o nosso Tiririca.

        • Paulo Vieira da Silva says:

          Vergilio, desculpe outra vez a troca do seu nome, eu queria dizer Avento. Olhe a hora, continua sem tomar os comprimidos e eu começo a não ter a obrigação de aturar as suas idiotices. Fale com os seus amigos a ver se lhe conseguem arranjar uma vagazinha numa IPSS. Esteja tranquilo que eu não o denuncio porque reconheço que a sua situação é mesmo um caso grave de saúde mental. Votos das melhoras!

  2. Konigvs says:

    Não tenho televisão nem preciso de debates.
    Votarei na candidata mais boa dos dez.

  3. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Começa bem o ano:
    Quem se refere aos candidatos presidenciais como “os conhecidíssimos nas suas ruas”, demonstra ter, de uma só assentada, uma cultura democrática e uma educação elevadíssimas.
    Como se diz em português (cito ditado e refiro popular, para que não haja dúvidas) … “Burro velho não aprende línguas”.

    • Paulo Vieira da Silva says:

      Tem toda a razão. Peço desculpa pela minha falha. Efectivamente para estarem reunidos todos os cromos faltou Vexa. Essa dor de cotovelo nem o deixou dormir. Tome os comprimidinhos e vá dormir!

      • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

        A sua resposta está ao seu nível (baixo).
        Comece a preparar o lápis azul para exercer a censura, acto em que é mestre e que constituirá o acto de bravura que o fará “escapar da lei da morte”.
        O resto é bafiento, tal como a sua política, as suas posições e sobretudo a sua educação (baixíssima).

        • Paulo Vieira da Silva says:

          Ainda não percebi porque uma sumidade como Vexa gasta o seu precioso tempo como uma pessoa como eu que classifica de mal educado, bafiento, burro velho, entre outras coisas lindas. Será masoquismo? Será falta da medicação? Será perseguição?

          • Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

            Primeiro, não tenho que lhe prestar contas da forma como gasto o meu tempo.
            Um censor é mal educado e bafiento, por definição. Portanto, critique-se a si, que é um censor de facto e não a quem diz uma verdade. Vivi num regime onde a censura era uma tarefa diária e a minha vivência criou-me uma obrigação social de denunciar os censores.

            Depois, não pense que essas suas tiradas de “Vexa”, “sumidade” influenciam a minha postura. Não perca tempo e aconselho-o a tomar a tal medicação que anda por estas páginas a aconselhar toda a gente.
            Já lhe escrevi e repito: se andar a conduzir numa auto-estrada em sentido contrário ao correcto, não quer dizer que quem conduz no bom sentido esteja bêbado.

            Depois, só por má fé o Sr. afirma que lhe chamei burro. Só espero agora que me não acuse de lhe chamar bêbado.
            Faça um esforço para entender o que escreve…

  4. Paulo Vieira da Silva says:

    Ernesto eu compreendo para um intelectual da sua craveira habituado a ler apenas escritores laureados com prémios nobel da literatura se sinta um pouco desiludido com a minha escrita. Lamento não estar ao nível de Vexa. Sou um humilde homem do campo que completou a quarta classe com muita dificuldade e esforço. Compreenda e seja tolerante com as minhas enormes limitações ao nível da escrita e da informática que conduzirão algumas vezes a erros ortográficos e à eliminação involuntária de alguns dos seus ilustrissimos e doutos comentários.